RIF Labs lança solução de escalabilidade de terceira camada capaz de processar até 5K TPS

A RIF Labs — proprietária da desenvolvedora da sidechain de contratos inteligentes baseada em Bitcoin Rootstock (RSK), a RSK Labs — lançou uma solução de escalabilidade de terceira camada capaz de processar até 5.000 transações por segundo. A notícia foi revelada em um comunicado da RIF News de 14 de maio.

Como noticiado, a RSK Labs e seu protocolo de infraestrutura de aplicação descentralizada (DApp) RIF OS começou como um spin-off da Rootstock, tendo sido inicialmente lançado por vários executivos sêniors do criador deste último — a startup RSK Labs. As duas estruturas tornaram-se integradas quando a RIF Labs adquiriu a RSK Labs em novembro de 2018.

Originalmente concebida pelo desenvolvedor de núcleo do Bitcoin Sergio Lerner, a sidechain Rootstock teve muitos anos de desenvolvimento antes do lançamento inicial de sua mainnet em janeiro de 2018. Como o engenheiro de blockchain Albert Szmigielski destacou na época:

“Essencialmente a Rootstock busca ser o que é a Ethereum, uma plataforma de contratos inteligentes completos de Turing descentralizada, de Turing completo. No entanto, o Rootstock pretende utilizar o ecossistema Bitcoin em vez de criar um novo a partir do zero.”

A nova oferta da RIF Labs é uma solução de escalabilidade de terceira camada chamada Lumino, agora oficialmente ativa, que suporta o processamento de 5.000 TPS sidechain RSK.

O objetivo da solução é próximo do da Lightning Network, que trabalha para eliminar limitações de escalabilidade abrindo canais de estado entre os usuários que mantêm a maioria das transações off-chain, voltando à blockchain apenas para registrar os resultados líquidos.

Com a Rootstock capaz de processar até 100 transações por segundo, a Lumino busca oferecer uma solução off-chain que facilite os níveis de processamento de transações quase instantânecas, independentemente do peso crescente da blockchain de bitcoin.

Como revelado no começo desta semana, RIF Labs agora vai reformular sua marca IOV Labs, em iniciativa para diferenciar a organização dos protocolos de código aberto RSK e RIF OS.

A Lumino também seria compativo com o componente Name Services do RIF OS, que permite aos usuários de canais de estado e pagamento usar pseudônimos em vez de endereços hexadecimais complexos.

Em declarações ao Cointelegraph, o cofundador do Ethereum (ETH) Joseph Lubin disse que a blockchain Ethereum vai tornar-se 1.000 vezes mais escalável em 18 a 24 meses, depois da transição para a Ethereum 2.0 (também conhecida como Serenity).