OKEx Korea remove suporte a Monero, Dash e criptos com foco em privacidade por ordem da FATF-GAFI

O ramo sul-coreano da exchange de criptomoedas OKEx vai remover o suporte a cinco grandes altcoins devido a novos regulamentos internacionais.

Regras do FATF-GAFI fazem a negociação de moedas centradas em privacidade ser interrompida

Em um post publicado originalmente em 10 de setembro, a OKEx Korea confirmou que deixará de operar negociações de Monero (XMR), Dash (DASH), Zcash (ZEC), Horizen (ZEN) e Super Bitcoin (SBTC) em 10 de outubro.

A razão, disse a exchange, é que, como estas moedas são voltadas para a privacidade, elas desrespeitam as novas diretrizes estabelecidas pelo órgão intergovernamental, a Grupo de Ação Financeira Internacional, ou FATF-GAFI.

"O suporte à negociação de cinco criptomoedas diferentes, XMR, DASH, ZEC, ZEN, SBTC, será encerrado", diz a postagem.

Como o Cointelegraph informou, as mudanças radicais nas regras de transações de cripto exigem que as empresas identifiquem as duas partes que enviam fundos uma para a outra em transações com valores acima de US$ 1.000.

Mais exchanges poderiam seguir o exemplo

Mais de 200 países devem teoricamente implementar as regras até junho de 2020, apesar das preocupações de que isso seja fisicamente impossível para muitas blockhains descentralizadas.

As cinco criptomoedas descritas pela OKEx tornam praticamente impossível identificar o remetente e o destinatário de uma transação por seu design.

Ainda não está claro se a exchange aplicará as restrições globalmente. 

Um representante da OKEx disse ao Cointelegraph que as moedas serão removidas apenas do site OKEx.co.kr. mas permanecerão listadas na plataforma global OKEx.