Presidential Hopeful Andrew Yang Plans to Regulate Crypto Industry

Andrew Yang, pré-candidato democrata à presidência dos EUA em 2020, descreveu como ele planeja regulamentar o setor de criptomoedas.

Promessa de promover legislação para as criptomoedas

Em 14 de novembro, Yang, empresário, advogado, filantropo e pré-candidato democrata nas eleições presidenciais de 2020 nos EUA, escreveu em um blog de 14 de novembro sobre o setor de tecnologia que as criptomoedas experimentam os níveis de fraude que sofrem devido à falta de regulamentos adequados. Ele disse:

"Outros países, que estão à nossa frente em matéria de regulamentação, lideram este novo mercado e ditam as regras que precisaremos seguir assim que alcançarmos".

Mercado existente de cripto, problemas existentes em grandes tecnologias

Yang explicou que criptomoedas e ativos digitais já compõem uma grande quantidade de atividade econômica. A resposta do governo ficou para trás. "Uma estrutura nacional para regulamentar esses ativos não emergiu, com várias agências federais reivindicando jurisdições conflitantes", disse ele.

Em seu plano mais amplo de regulamentar a indústria de tecnologia e proteger os cidadãos dos EUA de grandes empresas de tecnologia "que priorizam lucros sobre o nosso bem-estar", Yang promete promover legislação no espaço de mercado de criptoativos, definindo o que é um token, quando um token é um título e esclarece as implicações fiscais de possuir, vender e negociar ativos digitais, entre outros.

Batendo forte no Congresso por falta de conhecimento básico de tecnologia

Yang destacou ainda que, para regular efetivamente tecnologias inovadoras como blockchain e criptomoedas, o governo dos EUA precisa entendê-las em primeiro lugar.

Yang está se referindo ao Comitê de Serviços Financeiros, que questionou o CEO do Facebook, Mark Zuckerberg, por mais de seis horas sobre a Libra Association e seu planejado token Libra. Yang disse:

"É embaraçoso ver a ignorância que alguns membros do Congresso exibem ao falar sobre tecnologia, e qualquer pessoa que assistiu ao Congresso questionar Mark Zuckerberg está bem ciente disso. Sem um nível básico de entendimento, não é razoável esperar uma regulamentação adequada das principais empresas de tecnologia ou a elaboração de legislação que resolva os problemas tecnológicos críticos que continuaremos a enfrentar em inteligência artificial e segurança cibernética.”

Em agosto, Yang disse que planeja implementar a votação móvel baseada em blockchain caso vença a eleição presidencial dos Estados Unidos em 2020, acreditando que os cidadãos americanos deveriam ter a opção de votar em um dispositivo móvel - com a tecnologia blockchain usada para fins de verificação.