Presidente da Uganda lidera Conferência Blockchain em Kampala em julho

O presidente de Uganda, Yoweri Museveni, vai presidir a Africa Blockchain Conference 2019, de acordo com um relatório da Kabuubi Media Africa em 24 de junho.

Segundo o relatório, a Africa Blockchain Conference - que não deve ser confundida com a Blockchain African Conference 2019, ocorrida em abril - será realizada de 3 de julho a 4 de julho, e o tema é 'África 4.0: Preparando a África para a 4ª. Revolução.' Os tópicos da conferência incluirão fintech , sistemas de pagamento e o futuro da educação .

O presidente Museveni supostamente apoiou o uso da tecnologia blockchain em Uganda durante seu discurso inaugural. Museveni teria citado quatro áreas econômicas que ele acredita que devem ser apoiadas pela tecnologia blockchain: agricultura , manufatura e processamento, serviços e o setor de TI.

A empresa de tecnologia Blockchain CryptoSavannah será supostamente uma das organizadoras da conferência de 2019. O diretor da empresa, Noah Baalesanvu, comentou sobre o amadurecimento das criptomoedas na África, dizendo:

"Embora inicialmente a industria esteja sendo prejudicada por fraudes e desvantagens, um valor significativo foi transferido para criptomoedas nos principais mercados, como NigériaQuêniaÁfrica do Sul, com significativos investimentos sendo feitos em criptomoedas e na atividade comercial."

Em 2018, a CryptoSavannah associou-se à principal exchange de criptomoedas do mercado, a Binance para obter apoio financeiro para o crescimento do blockchain em Uganda. O CEO da Binance, Changpeng Zhao, afirmou que sua organização criaria milhares de empregos no país, twittando:

“@Binance fará parceria com @cryptosavannah @AggieKonde @HelenHaiyu para apoiar a transformação econômica e o emprego juvenil de Uganda através do blockchain, abraçando a 4ª revolução industrial. Faremos isso criando milhares de empregos e trazendo investimentos para Uganda ”.

Conforme relatado anteriormente pela Cointelegraph, a Binance Charity Foundation assinou um Memorando de Entendimento com uma organização não-governamental sediada em Uganda em abril deste ano. O MoU visa reforçar o sistema educacional de Kampala, fornecendo uma variedade de materiais, desde painéis solares a absorventes higiênicos.