Porto Alegre, Bahia e Blockchain Research Institute anunciam iniciativas em educação voltada para blockchain

A Prefeitura de Porto Alegre, o Sebrae da Bahia e o Blockchain Research Institute (BRI), em São Paulo, estão promovendo, cada um deles, iniciativas de educação envolvendo blockchain, bitcoin e criptomoedas.

No caso da Prefeitura de Porto Alegre, a cidade está provendo um curso sobre blockchain para os servidores públicos que podem atuar em torno do projeto “100 Cidades Resilientes”. que foi selecionado pela ONU e envolve a criação de uma criptomoeda local.

Já o Sebrae da Bahia, está promovendo uma oficina intitulada “Gestão na era da inovação 4.0” que irá abordar os desenvolvimentos da industria 4.0 e com ela blockchain e economia compartilhada.

“Traduzir aos empreendedores as mudanças no mundo dos negócios não só no presente, mas como no curto e médio prazo no que se refere a tendências, mudanças essas decorrentes das emergentes tecnologias disruptivas e crowd economy representadas pela Indústria 4.0, Blockchain e Economia Compartilhada.”

Em São Paulo, o Blockchain Research Institute (BRI) anunciou um curso voltado para a aplicação da tecnologia blockchain nos negócios. O curso intitulado “Revolução Blockchain – Transformando Negócios e Vidas” acontecerá entre os dias 05 e 09 de agosto e tem como objetivo desenvolver as habilidades necessárias para que seus participantes possam atuar e tomar decisões em ambientes, processos e negócios que incluam a tecnologia blockchain

Como reportou o Cointelegraph, a Blockchain Academy e a Kyvo anunciaram uma parceria inédita no Brasil para lançar o primeiro programa de aceleração de ecossistema exclusivamente para soluções baseadas em blockchain. O programa, chamado Blockchain Ecosystem Acceleration, irá envolver empresas e startups para o desenvolvimento de projetos de inovação a partir de blockchain e prevê um investimento total de R$ 1,8 milhão que será distribuído na estruturação de projetos, bem como no desenvolvimento, teste e validação deles.