Ministério das Finanças da Polônia retira imposto sobre cripto e promete regulamentação mais inteligente

O Ministério das Finanças da Polônia suspenderá temporariamente a arrecadação de impostos para criptomoedas, informou a Polish Press Agency (PAP) em 18 de maio O Ministério diz que conduzirá uma "análise profunda" do espaço cripto para informar melhor as políticas de regulamentação e tributação.

No início de abril - declarações de imposto de renda na Polônia devem ser entregues até 30 de abril - o Ministério da Fazenda divulgou um comunicado esclarecendo que a tributação para transações com criptomoedas cai em duas faixas de imposto de renda de 18 e 32%. Um adicional de 1% do imposto de imposição devido a acordos de direito civil também é aplicado, como o Ministério das Finanças considerado transações cripto como transferência de direitos de propriedade.

Em resposta à publicação dessas diretrizes de tributação de criptomoeda, foi criada uma petição da Change.org, agora com mais de 5 mil assinaturas, pedindo a “liberação do mercado cripto e a abolição de todos os impostos relacionados a essa tecnologia"

O comunicado mais recente do Ministério da Fazenda reconhece que, na atual forma de tributação sobre criptomoedas, “pode surgir a obrigação de pagar impostos em uma quantia muitas vezes superior aos fundos investidos”, declarando:

“O abandono temporário da cobrança de impostos permitirá uma análise aprofundada e a preparação de soluções de sistemas que regulam esse espaço econômico, inclusive no contexto tributário”.

O PAP observa que este projeto de regulamentação está previsto para ser emitido até 15 de junho.

Na semana passada, a Autoridade de Supervisão Financeira da Polônia (KNF) fez uma oferta de cerca de $173.000 para uma empresa realizar uma campanha de mídia social sobre os perigos associados à criptomoeda, esquemas de pirâmide e negociação forex. Este ângulo abertamente anticorrupção exibido pelo governo polonês foi precedido pela campanha secreta anti-cripto do do Banco Central da Polônia, composta de um vídeo no YouTube sobre um homem que perdeu todo o seu dinheiro com o comércio de criptomoeda.

O Banco Central da Polônia e o KNF também colaboraram para criar um site educacional sobre os riscos das criptomoedas.