"O plano A falhou" — dívida global atingiu US$ 255 trilhões ou US$ 12,1 milhões por Bitcoin

A dívida combinada do mundo chegará a US$ 255 trilhões até o final de 2019 - igual a US$ 32.500 para cada pessoa no planeta ou US$ 12,1 milhões por Bitcoin (BTC).

Os figurões do Bitcoin reagiram com choque aos últimos números do Instituto de Finanças Internacionais, que este mês atualizou seu Monitor Global da Dívida.

US$ 12,1 milhões por um único Bitcoin

Até o final do ano, a dívida mundial terá aumentado em US$ 12 trilhões em comparação com o final de 2018.

Os dados oportunos chegam quando a dívida nacional dos Estados Unidos chega a US$ 23 trilhões, com o Federal Reserve não se intimidando com a ideia de que a dívida continua a se expandir.

Como o Cointelegraph relatou, enquanto Jerome Powell, presidente do Fed, descreveu a atual trajetória da dívida como "insustentável", ele considera que não há problemas críticos em não pagar.

Para os defensores do Bitcoin, no entanto, o veredicto sobre a economia fiduciária criando mais de US$ 12 milhões em dívidas para cada Bitcoin que alguma vez existirá era óbvio.

"O plano A já falhou", resumiu o analista on-line Rhythm em 15 de novembro.

"É assim que você luta a guerra hoje"

Nunca antes a dívida combinada do mundo havia sido tão alta. À medida que o Bitcoin continua a ganhar destaque, aumentaram os esforços para educar os consumidores sobre seus benefícios como dinheiro vivo - dinheiro que nenhuma autoridade ou ator único pode manipular.

A moeda fiduciária, por outro lado, pode ser manipulada ad infinitum pelos bancos centrais através da política econômica. Argumentos contínuos feitos por Saifedean Ammous em seu popular livro “The Bitcoin Standard”, Trace Mayer nesta semana apelaram aos ouvintes do podcast Tales from the Crypt para retomar o controle de suas finanças.

“Você vai reivindicar sua soberania monetária? Tem suas próprias chaves privadas? Executar seu próprio node completo? É assim que você luta na guerra de hoje", disse ele.

A Mayer também realiza o Proof of Keys, um evento anual voltado para os donos de Bitcoin por aí, desafiando-os a remover suas participações das carteiras de terceiros em 3 de janeiro.