Políticos de oposição pedem detalhes para plano de e-government de Luxemburgo para Blockchain e IA

Membros do partido de oposição do parlamento de Luxemburgo estão pedindo demandas específicas ao primeiro-ministro para uma proposta de e-government, de acordo com reportagem do Luxembourg Times de 24 de maio.

O plano seria centrado na implementação de tecnologia blockchain, assim como inteligência artificial (IA) na administração do governo. O recém-empossado Ministro da Digitalização, Marc Hansen, disse que haverá uma ênfase na melhoria do armazenamento e transmissão de dados no governo com a tecnologia blockchain.

Laurent Mosar, um proeminente membro do Partido Democrata Cristão da oposição, pediu ao primeiro-ministro Xavier Bettel para fornecer detalhes específicos sobre vários aspectos do plano. Mosar quer esclarecimentos sobre quem, no setor privado, faria parceria com o governo para desenvolver a tecnologia, quais áreas do setor público seriam beneficiadas e os prazos reais para os projetos.

De acordo com o texto, os planos do e-government em relação à IA eram igualmente vagos, e os porta-vozes do governo se recusaram a comentar quando solicitados pelo orçamento do projeto de IA.

Como noticiado recentemente pelo Cointelegraph, os legisladores de Luxemburgo aprovaram uma lei para facilitar a tecnologia blockchain no setor financeiro em fevereiro. A nova lei daria certeza legal com respeito a títulos mobiliários baseados em blockchain em circulação, assim como a mesma proteção legal para transações financeiras na blockchain como acordado em transações fiduciárias.

Uma série de governos ao redor do mundo planeja ou está implementando estratégias blockchain, incluindo a Nova Zelândiae, Alemanha, Austrália, e Emirados Árabes Unidos.