O Opera se torna o primeiro grande navegador a permitir pagamentos diretos com Bitcoin

Navegador da web Opera agora permite efetuar pagamentos com Bitcoin (BTC) diretamente dentro do navegador. 

A empresa anunciou a notícia em um comunicado de imprensa compartilhado com a Cointelegraph em 21 de outubro, detalhando que os 350 milhões de usuários do Opera agora podem enviar e receber BTC diretamente no navegador, além de usar a criptomoeda para comprar produtos e serviços em sites de comércio eletrônico. .

Além disso, o navegador agora permite adicionar um cartão Bitcoin e TRON (TRX) à carteira cripto integrada para acompanhar a criptomoeda de propriedade. Charles Hamel, chefe de cripto da Opera, comentou sobre o lançamento do novo recurso:

“Acreditamos que abrir nosso navegador para mais blockchains, incluindo a do Bitcoin, é o próximo passo lógico para tornar nossa solução mais relevante para quem tem uma carteira de criptomoedas Bitcoin e gostaria de fazer coisas com suas criptomoedas além de apenas mantê-las em uma conta.” 

Os recursos foram lançados anteriormente na versão Beta do navegador neste verão, enquanto a primeira criptomoeda disponível para compra através do navegador foi o Ether (ETH) em fevereiro.

Desenvolvimentos do Opera focados na Web 3

Nos últimos meses, o Opera apresentou ativamente novos desenvolvimentos relacionados à Web 3, o termo referente a uma nova evolução da internet, com a criação de conteúdo de alta qualidade e o envolvimento de blockchain, computação descentralizada e moedas digitais.

A empresa lançou a versão iOS do seu navegador móvel, o Opera Touch, que suporta o protocolo Ethereum e os aplicativos Ethereum Web3 e um Web 3 explorer, que permite aos usuários realizar transações e interagir com a Web 3.

Embora a participação de mercado do Opera entre outros navegadores representasse apenas 3% em setembro de 2019, seu desenvolvimento mais recente é mais um passo à frente para "uma integração experimental da Web 3" e mais adoção de criptomoedas.

Como Hamel afirmou anteriormente, a empresa pretende remover o atrito envolvido em "usar criptomoedas on-line e acessar a Web 3 por meio de aplicativos ou extensões especiais", em uma tentativa de tornar as tecnologias emergentes mais populares.

Enquanto isso, o navegador Brave, movido a criptomoeda, afirmou ter um alto engajamento dos usuários, com mais de 2,8 milhões de usuários ativos diários e o número de criadores inscritos em sua rede de publicidade na web também aumentou substancialmente.