Omã vê a primeira transação de financiamento comercial na Blockchain

O Oman Oil and Orpic Group e o HSBC Bank Oman SAOG realizaram a primeira transação de financiamento comercial na blockchain no país usando a plataforma Corda da R3.

A Oman Observer relatou em 23 de novembro, que o Oman Oil and Orpic Group - um dos maiores players de petróleo e gás em Omã - e o HSBC, executaram a primeira transação de financiamento comercial baseada em blockchain do país; uma venda de polipropileno para a Fábrica Nacional de Tapetes de Abu Dhabi . A transação foi realizada usando o Corda da R3, uma plataforma blockchain de código aberto.

Carta de crédito totalmente digitalizada

Na transação, o HSBC Oman aconselhou uma carta de crédito totalmente digitalizada na blockchain, enquanto o Oman Oil and Orpic Group, foi o beneficiário da carta de crédito. A aplicação da tecnologia blockchain, permitiu que as partes concluíssem a transação dentro de 24 horas, em vez dos habituais 5 a 10 dias.

Nizar al Lawati, diretor financeiro do Oman Oil and Orpic Group, disse que a empresa se orgulha de ser uma das primeiras empresas do país a promover a digitalização do trade finance através da blockchain. Sadiq al Lawati, sócio de finanças e estratégia de valor comercial do Oman Oil and Orpic Group, disse:

“Este piloto de Blockchain é uma etapa importante da nossa jornada em direção à digitalização, uma jornada que começou com Inteligência Artificial (RPA ++) e continua a adotar novas tecnologias disruptivas.”

Setor financeiro que adota a tecnologia blockchain

Instituições financeiras em todo o mundo vêm adotando gradualmente a tecnologia blockchain em uma tentativa de melhorar seus processos internos. No mês passado, a Archax, uma bolsa de valores digital, com sede em Londres, revelou que usará a tecnologia Corda para gerenciar as atividades pós-negociação.

Em fevereiro, o segundo maior banco de Omã em valor de mercado, o BankDhofar, começou a usar a tecnologia RippleNet para pagamentos internacionais à Índia. A tecnologia permitiu ao banco fornecer transferências internacionais através de um aplicativo bancário móvel "em menos de 2 minutos", permitindo assim que não residentes em Omã realizassem transferências de pagamento em tempo real.