Banco do Nordeste anuncia incentivo de R$ 200 mil para marktplace de alimentos em blockchain

O Banco do Nordeste (BNB), aprovou um subsidío para a empresa Bipp Tecnologia desenvolver um projeto baseado em Big Data e Blockchain para a criação de um marktplace de alimentos, conforme publicação feita no Diário Oficial da União em 26 de setembro.

De acordo com a publicação a empresa receberá um total de R$ 199.780,00, dos quais R$ 179.080,00 são provenientes do Fundo de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e de Inovação - FUNDECI, e o restante corresponde à contrapartida não financeira da Beneficiária, ou seja, da própria Bipp Tecnologia.

A solução, segundo o Portal do Bitcoin, pretende identificar fatores de riscos em alimentos e conecta produtores e industria, por meio de uma plataforma que também permite pagamentos entre as partes.

“Quando o produtor fecha sua produção e a indústria paga pela nossa plataforma ele recebe seu seu crédito financeiro no celular, como se fosse um banco”. declarou a publicação o CEO Marcus Linhares.

Como noticiou o Cointelegraph, quem também anunciou um marketplace para a industria cripto/blockchain foi a gigante de mineração Bitmain, que lançará a primeira plataforma para conectar proprietários de hardware de mineração a proprietários de fazendas de mineração por meio do Mapa Mundial de Mineração Digital (WDMM).

Para manter a eficiência de preço, os proprietários de hardware de mineração de Bitcoin procuram regularmente locais com as condições e os recursos de energia adequados para a mineração de Bitcoin criptomoedas.

Segundo a empresa, o WDMM será o primeiro recurso global a conectá-los a fazendas de mineração que têm os recursos de energia disponíveis para hospedá-los mediante taxas administrativas.