Pesquisa indica que crescimento composto da aplicação da DLT no setor de energia subirá 67% na próxima década

As aplicações da blockchain no setor de energia devem ter uma taxa de crescimento anual composta (CAGR) de 67% nos próximos dez anos, de acordo com uma nova pesquisa.

Tamanho anual do mercado atingirá US$ 7,7 bilhões em 2028

A Navigant Research, equipe de pesquisa de mercado e consultoria do Colorado, EUA, divulgou um relatório dedicado ao desenvolvimento de aplicativos blockchain no setor de energia em 22 de outubro.

Intitulada "Visão geral das aplicações da blockchain (no setor) de energia", a pesquisa fornece uma análise do mercado de blockchain por região e segmento, bem como previsões globais de receita impulsionada por blockchain no mercado de energia até 2028.

Assim, prevê-se que as implementações globais de blockchain de energia gerem US$ 19 bilhões em receita acumulada na próxima década, atingindo um tamanho de mercado anual de US$ 7,7 bilhões em 2028 a uma CAGR de 66,9%, diz o relatório.

Primeiros a adotar

De acordo com a Navigant Research, a maioria das aplicações iniciais da blockchain no setor de energia se concentrará em regiões com estruturas de mercado competitivas e baixar as barreiras à entrada no mercado, como Europa, Ásia-Pacífico e algumas partes dos Estados Unidos.

Em particular, a Europa e a América do Norte devem liderar o mercado na maior parte das previsões, enquanto a região Ásia-Pacífico deverá se tornar a principal líder global em 2027, observa o relatório.

Johnathon de Villier, analista de pesquisa da Navigant Research, destacou a importância de novas tecnologias da informação para facilitar as transações entre os participantes da rede com o rápido crescimento de aplicatições digitais e descentralizadas.

O analista observou que a tecnologia blockchain poderia servir como uma estrutura para esses mercados emergentes, fornecendo uma base para gerenciamento e coordenação de informações, além de minimizar o envolvimento dos intermediários e reduzir o tempo e os custos das transações.

A tecnologia Blockchain foi aplicada e testada globalmente no setor de energia até o momento. No início de outubro, a empresa de tecnologia australiana Power Ledger anunciou o segundo teste de energia baseado em blockchain no Japão para rastrear os níveis excedentes de energia solar e o comércio de eletricidade.

Em agosto, o Departamento de Energia dos EUA concedeu uma doação de US$ 1 milhão para organizações que desenvolvem uma plataforma comercial de transações de energia na blockchain.