San Marino reconhece e regula empresas de blockchain através de novo registro oficial

A República de São Marinho adotou oficialmente o Blockchain Entities Register (Registro de Entidades Blockchain), convidando empresas do setor a solicitar a certificação.

As empresas podem solicitar a certificação blockchain online

O projeto foi iniciado pela empresa de inovação tecnológica estatal de San Marino, o Institute for Innovation da República de San Marino, informou o Cointelegraph Italia, em 22 de outubro.

De acordo com a emissora local San Marino RTV, as empresas do microestado de San Marino agora podem se inscrever para serem reconhecidas como uma entidade blockchain, por meio de um formulário oficial no site oficial do Instituto de Inovação da República de San Marino. De acordo com o relatório, a certificação será concedida de acordo com as disposições do Decreto Delegado número 86 de 2019.

Verificações anuais para renovação da certificação

De acordo com o relatório, o recém-lançado Register of Blockchain Entities incluirá apenas entidades que cumpram totalmente as regras do setor. Os candidatos terão que passar nos exames necessários para garantir transparência, qualidade e posicionamento adequado do mercado, observa o relatório. Além disso, o Instituto realizará verificações constantes e exames anuais para renovar as certificações. Sergio Mottola, presidente da San Marino Innovation, disse:

“O interesse de investidores estrangeiros tem sido muito alto e acreditamos que esse projeto terá um impacto significativo em todo o sistema econômico da República, dando às entidades blockchain a grande vantagem de atuar em uma estrutura legislativa com regras claras e definidas. O registro permitirá um diálogo rápido e claro com todas as partes interessadas, públicas ou privadas ... ”

Em julho de 2019, a República de São Marinho assinou um acordo com a plataforma de aplicativos blockchain VeChain, para implantar a tecnologia blockchain para fornecer incentivos para o comportamento ecológico sustentável dos cidadãos. Em junho, os governadores da República de São Marinho, Nicola Selva e Michele Muratori, emitiram um decreto governamental sobre tecnologia blockchain para empresas.