Mike Novogratz: Bitcoin será ouro digital e sua "soberania deverá custar muito"

Mike Novogratz, ex-sócio do Goldman Sachs e fundador do banco de comércio cripto Galaxy Digital, afirmou que o Bitcoin (BTC) ocupa um lugar único no mercado das criptomoedas. Novogratz fez seus comentários durante uma entrevista à Bloomberg TV nesta quarta-feira, 13 de fevereiro.

Refletindo sobre a proliferação dos cripto ativos -  muitos deles tentaram competir com a função do Bitcoin (BTC) como reserva de valor - Novogratz argumentou que:

"Há 118 elementos na tabela periódica, e apenas um é o ouro [...] o Bitcoin será o ouro digital, um lugar onde você tem dinheiro soberano, não é dinheiro dos EUA, não é dinheiro chinês, é soberano. A soberania custa muito, deverá custar."

Novogratz, embora não forneça uma justificativa para a singularidade do Bitcoin, propôs que, embora a blockchain ofereça um sistema robusto para a troca segura de valor, nem todas as criptomoedas precisam depender de sua potência máxima de segurança. Ao contrário do ouro digital, as criptos menos valiosas podem fazer melhor, ele sugeriu, trocar segurança por ganhos de eficiência.

O Bitcoin, que recentemente se estabeleceu em torno da marca de US$3,400 - US$3,600, está se movendo ao longo de sua base, argumentou Novogratz, e facilmente tem o potencial de subir mais. Citando US$ 8.000 como um ponto de preço de médio prazo viável.

Refletindo sobre o prolongado inverno das criptos, Novogratz brincou que o ano passado demonstrou "quão dolorosas podem ser as bolhas estouradas". Agora que o frenesi do varejo diminuiu - e com isso, as avaliações infladas de milhares de ativos digitais - o empresário propôs que a indústria como um todo está preparada para passar por uma mudança estrutural, de “uma revolução popular para uma instituição”.

Novogratz observou que a infraestrutura crítica para que os investidores institucionais se tornem confortáveis com as criptomoedas está gradualmente se estabelecendo - embora temporariamente retardada pela recente paralisação do governo dos Estados Unidos. As soluções de custódia da operadora da New York Stock Exchange (NYSE), plataforma Bakkt da ICE, e da gigante de investimentos em ativos digitais Fidelity, indicam que a bacia hidrográfica institucional "está apenas começando", disse ele.

Conforme informado, enquanto instituições financeiras tradicionais, como a Fidelity, estão começando a entrar na esfera cripto, empresas veteranas do setor, como a cripto exchange e wallet Coinbase, introduziram suas próprias soluções de custódia para clientes institucionais.

A perspectiva de Novogratz é compartilhada por analistas do setor, como a big four KPMG que em 2018 afirmou que a institucionalização é “o próximo passo necessário para que as criptomoedas criem confiança e escala”.