Relatório: Fidelity define data de lançamento em março para o serviço de custódia Bitcoin

A empresa norte-americana de investimentos Fidelity, que administra mais de US$ 7,2 trilhões em ativos de clientes, lançará sua oferta de custódia Bitcoin (BTC) em março, informa a Bloomberg em 29 de janeiro.

Citando fontes anônimas familiarizadas com o assunto, a Bloomberg afirma que este é o próximo passo em um plano que começou em outubro de 2018, quando a Fidelity anunciou o lançamento de uma nova empresa, a Fidelity Digital Asset Services.

A nova empresa oferecerá serviços de custódia e execução comercial para ativos digitais, visando investidores institucionais como "hedge funds, family offices e intermediários de mercado", mas que por enquanto não estará aberta a investidores de varejo.

A Fidelity supostamente disse em um comunicado: “Atualmente, estamos servindo um conjunto seleto de clientes elegíveis, enquanto continuamos a construir nossas soluções iniciais. Nos próximos meses, nos envolveremos e priorizaremos os possíveis clientes com base nas necessidades, jurisdição e outros fatores.”

A CEO da Fidelity, Abigail Johnson, é uma franca proponente de moedas digitais, tendo introduzido a mineração Bitcoin e Ethereum (ETH) na empresa em 2017. Ela declarou em uma conferência em Nova York: “Eu sou crente. Eu sou um dos poucos que estão diante de você hoje de uma grande empresa de serviços financeiros que não desistiu de moedas digitais.”