Membro da RANEPA diz que Rússia já comprou US$ 8,6 bilhões em BTC

Empresas e empresários da Rússia já teriam comprado 1,8 milhão de Bitcoins (BTC) (cerca de US$ 8,6 bilhões), segundo o economista russo Vladislav Ginko. O economista postou a informação polêmica em seu Twitter pessoal.

Não é a primeira vez que Ginko tece comentários sobre o tema. Ele ainda declarou nesta semana ao site Bitcoinist:

“1,8 milhões de BTC foram comprados por empresas russas e russos ricos. Não há envolvimento direto do Estado russo, mas alguns que compram bitcoins estão esperando que as crescentes sanções dos EUA impossibilitem a realização de transações internacionais como de costume, de modo que eles comprem bitcoin como forma de contornar as sanções dos Estados Unidos.”

De acordo com Ginko, a aproximação da Rússia em relação ao Bitcoin se deve às crescentes sanções do Departamento de Controle de Ativos Estrangeiros (OFAC) do Departamento do Tesouro dos EUA. O economista do Kremlin, diz que os oligarcas russos estão estocando Bitcoin para garantir a continuação dos negócios de petróleo e gás, mesmo quando o OFAC proíbir o uso de dólares americanos por empresas petrolíferas russas.

Ginko complementa dizendo que “não há influência direta das compras da Rússia no preço do bitcoin, mas a médio prazo ele começa a desempenhar um papel na elevação do bitcoin. As empresas e pessoas da Rússia, especialmente aquelas que estão sob risco de serem colocadas na lista OFAC, têm que comprar bitcoins indiretamente, comprando carteiras digitais quando elas ainda podem pertencer formalmente a alguns cidadãos americanos”.

No começo do ano, os comentários de Ginko sobre o Kremlin que pretendia fazer um investimento de US$ 10 bilhões em Bitcoin causaram grande agitação. Na esteira das declarações, muitos especialistas reagiram e passaram a ver as declarações do economista como ridículas. Um alto funcionário do governo também negou os rumores, dizendo que o governo comprando Bitcoin é "improvável nos próximos 30 anos".

Desta vez, Ginko, que é membro da Academia Presidencial Russa de Economia Nacional e Administração Pública (RANEPA), esclareceu que o governo atualmente não faz parte do investimento em BTC. Com relação aos críticos que questionam a validade de suas afirmações, ele disse:

“Estou profundamente envolvido em assuntos políticos e econômicos da Rússia, sou frequentemente citado na mídia da Rússia.”

A Rússia está cada vez mais presente nas notícias envolvendo o mundo cripto. Segundo matéria do Cointelegraph, o governo russo adiou para este mês sua rodada de discussões sobre novas regulações para criptomoedas para o país.