Grande casa de câmbio de cripto Binance vai usar a solução KYC da Refinitiv no fluxo de trabalho interno

A casa de câmbio de criptomoedas Binance usará um aplicativo automatizado conheça seu cliente (KYC), fornecido pela empresa de software financeiro Refinitiv, de acordo com um anúncio publicado em 20 de novembro.

Binance confirmou pessoalmente o uso do software do Refinitiv para a Cointelegraph.

Anteriormente a divisão de negócios Financial & Risk da Thomson Reuters, a Refinitiv fornece dados e infraestrutura de mercados, enquanto seu portfólio supostamente conta com mais de 4.000 instituições em todo o mundo.

De acordo com o anúncio, a solução KYC permitirá a casa de câmbio de criptomoedas líder mundial pelo volume de comércio ajustado, Binance, para integrar o banco de dados da World-Check Risk Intelligence em seu fluxo de trabalho interno. Isso permitirá que a Binance agilize o processo de triagem para due diligence de onboarding, KYC e de terceiros.

Falando sobre a necessidade de casas de câmbio de criptomoedas para adicionar estruturas KYC, Nadim Najjar, diretor administrativo, Oriente Médio e África, na Refinitiv, disse:

"Nos últimos anos, os reguladores têm trabalhado para garantir que qualquer um que esteja movendo a criptomoeda em moeda fiduciária esteja sujeito aos mesmos requisitos KYC que os indivíduos que lidam com um banco convencional."

KYC é o processo de verificação de uma empresa sobre a identidade de seus clientes e a avaliação dos possíveis riscos de intenções ilegais nos relacionamentos comerciais. De acordo com a declaração da Refinitiv, o serviço integra dados de entidades legais de fontes autorizadas em mais de 200 países e é apoiado por uma política global que foi testada com mais de 100 reguladores e instituições financeiras.

No início deste mês, o CEO da Binance, Changpeng Zhao, disse que a empresa não está preocupada com os baixos volumes de comércio causados ​​pela queda do mercado atual, mesmo que a casa de câmbio tenha um décimo do volume negociado em janeiro de 2018. Segundo Zhao, ainda negociando muito acima dos volumes que a casa de câmbio tinha “dois ou três anos atrás” e ainda é “lucrativa”.

Zhao sugeriu que a entrada de instituições na indústria poderia ser um possível catalisador para o movimento do mercado, repetindo a previsão do investidor e defensor da moeda digital Mike Novogratz, que disse que os investidores institucionais começarão a entrar no mercado no primeiro ou segundo trimestre de 2019, resultando em novos máximos para o preço do Bitcoin (BTC).