Bolsa de valores de Londres lança investimento de US$ 20 milhões em startup de tokenização financeira

O operador da Bolsa de Valores de Londres, o London Stock Exchange Exchange Group (LSEG), liderou uma rodada de investimento de US$ 20 milhões na startup de tecnologia financeira Nivaura, reportou a Reuters em 27 de fevereiro. A startup blockchain britânica é a desenvolvedora do suposto primeiro título denominado por cripto e ação ancorada em blockchain.

Segundo a Reuters, a LSEG pagou uma quantia não revelada por uma participação acionária minoritária na Nivaura. A startup fornece soluções de blockchain que automatizam a emissão, compensação e liquidação de instrumentos financeiros, incluindo a emissão de títulos e valores mobiliários tokenizados.

Juntamente com a LSEG, o braço de capital de risco do Santander, o Santander InnoVentures, estava entre os investidores da Nivaura.

O chefe de desenvolvimento internacional da LSEG, Nikhil Rathi, disse à Reuters que o investimento na Nivaura está alinhado com o objetivo da operadora da bolsa de valores de aproveitar novas tecnologias que possam diversificar produtos, proporcionar ganhos de eficiência e impulsionar o crescimento.

A codificação da dívida e do patrimônio líquido, afirma Nivaura, pode reduzir o tempo de processamento de instrumentos financeiros em até 80% e reduzir drasticamente os custos de captação de recursos. A startup delineou que sua plataforma é uma solução modular, “que facilita a automação de todo o ciclo de vida de um instrumento financeiro”. A plataforma também permite que os emissores “acessem facilmente os mercados financeiros e possam se conectar a plataformas tecnológicas existentes, como a compensação de sistemas ou em infraestruturas blockchain.”

Para a emissão de um denominador Ethereum (ETH) no final de 2017, a Nivaura operou sob a égide da sandbox reguladora da Financial Conduct Authority do Reino Unido - lidando com toda a gama e complexidade das questões legais e regulatórias envolvidas em tokenizar mercados de capitais.

Conforme reportado, a fornecedora de soluções de tecnologia da LSEG, a LSEG Technology, anunciou recentemente que seu mecanismo de correspondência escalável e de baixa latência - em uso em bolsas de valores tradicionais como a LSE, Borsa Italiana, Bolsa de Valores de Oslo e outras - será usado para abastecer a vindoura bolsa de ativos digitais com sede em Hong Kong.

O reconhecimento da eficácia da blockchain para agilizar os instrumentos financeiros continua a aumentar. No início deste mês, o segundo maior banco da Espanha, o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), lançou a suposta primeira plataforma apoiada por blockchain para títulos verdes (sustentáveis) estruturados. Em dezembro, o BBVA fechou um empréstimo de US$ 169 milhões usando blockchain para um tomador não espanhol.

Em todo o mundo, a Australian Securities Exchange está trabalhando para implementar a tecnologia blockchain para substituir seu atual sistema de processamento de transações de patrimônio.