Grande banco espanhol BBVA emite US$40 milhões em bônus verdes com base na plataforma blockchain

segundo maior banco da Espanha, o Banco Bilbao Vizcaya Argentaria (BBVA), anunciou de sua primeira plataforma baseada em blockchain para bônus verdes estruturados. A notícia foi anunciada em press release publicado em 19 de fevereiro.

O BBVA fechou negócio com a seguradora espanhola Mapfre, que investiu €35 milhões (aproximadamente US$40 million) pra financiar produtos sustentáveis. Pra fechar o negócio, o BBVA "emitiou o primeiro bônus verde estruturado usando tecnologia blockchain pra negociar os termos e condições", diz o comunicado.

O press release ainda revela que os fundos irão ser destinados ao financiamento de projetos verdes, através da gama de metas de desenvolvimento sustentável do BBVA. O diretor de vendas globais do BBVA, Juan Garat, ressaltou o foco da empresa nas soluções de inovação sustentável, completando:

“Usar a DLT — tecnologia de registro distribuído (distributed ledger technology) — nesta transação premitiu simplificar os processos e agilizar a qualidade de tempo de negociação.”

No último dezembro, o BBVA já havia anunciado o fechamento de um negócio de €150 milhões (US$169 milhões) de oferta de empréstimos em blockchain, que foram aclamados como os primeiros empréstimos em blockchain do BBVA com um mutuário espanhol, como a Cointelegraph noticiou em 14 de dezembro.

Como a Cointelegraph noticiou em 22 de novembro, dois dos maiores bancos da Espanha— BBVA e Banco Santander — entraram na Associação Internacional para Aplicações Confiáveis em Blockchain da União Europeia, que deve lançar aplicações de blockchain para todo o espaço da UE.