Emaar, gigante imobiliária de Dubai, vai lançar token de ETH e planeja ICO na Europa

A gigante imobiliária de Dubai Emaar anunciou planos de lançar um token e está considerando lançar uma oferta de moeda inicial (initial coin offering - ICO) na Europa, noticiou a agência árabe em língua inglesa Arabian Business em 11 de março.

Segundo a notícia, o token será desenvolvido pela startup suíça de blockchain Lykke, e vai oferecer aos clientes e corretores da Emaar acesso ao sistema de referência e fidelidade de toda a empresa. A Emaar é a maior empresa imobiliária dos Emirados Árabes Unidos (UAE), responsável pelo Burj Khalifa, Dubai Fountain, Dubai Mall e Dubai Opera.

De acordo com sua página na Wikipédia, a Emaar Properties possui uma receita de US$ 5,83 bilhões e foi avaliada em US$ 9,7 bilhões em junho do ano passado. Além disso, segundo a Arabian Business, a receita da Emaar cresceu 37% no último ano, chegando a US$7 bilhões.

O artigo ainda diz que a Emaar considera lançar ICO na Europa depois de um ano do lançamento operacional interno da plataforma. A startup que desenvolve o token, Lykke, irá trabalhar com o padrão ERC-20 e lançá-lo no blockchain da Ethereum (ETH).

Maud Simon, diretor global de recursos humanos na Lykke, confirmou os planos ao Cointelegraph.

Como o Cointelegraph noticiou em fevereiro, a Emaar Properties negou oficialmente as notícias de que permitiria pagamentos cripto para propriedades.

Também em fevereiro, a Associação de Auditores do Condado de Ohio anunciou a formação de um grupo de trabalho para estudar o uso de blockchain para a transferência efetiva de títulos de propriedade.