Startup de transmissões ao vivo YouNow faz pedido à SEC para que usuários de app ganhem tokens de conformidade

A startup de transmissão ao vivo YouNow, que criou o ecossistema de vídeo digital descentralizado Props em 2017 e é apoiado pela Union Square Ventures, apresentou uma oferta pública junto à Comissão de Valores Mobiliários (SEC) dos EUA por seu token Props. O desdobramento foi revelado em um comunicado de imprensa compartilhado com o Cointelegraph em 19 de junho.

O aplicativo do YouNow - que supostamente conta com 47 milhões de usuários registrados - apresentou seu pedido como um Regulamento A+ entregue à SEC. Com a aprovação ainda pendente, a iniciativa pode fazer com que os usuários credenciados e varejistas recebam tokens Props em conformidade total com as leis federais de valores mobiliários dos EUA, informa o comunicado à imprensa.

Como o release descreve, o Props é um projeto de código aberto projetado para permitir que vários usuários de aplicativos transformem qualquer capital social que eles acumulem em uma participação financeira na rede.

Como oferta pública, o aplicativo não se refere a uma venda de token, mas procura uma luz verde regulamentar para a alocação de tokens Props aos usuários do aplicativo YouNow, com base no nível que eles atingiram no aplicativo.

As atividades que geram o capital necessário para acumular tokens podem incluir itens como a criação de conteúdo original do aplicativo, observa o press release. Depois de recebidos, os tokens oferecem aos usuários benefícios no aplicativo.

A equipe do Props aparentemente criou um conjunto de ferramentas de código aberto que pode permitir a integração de vários aplicativos à rede do Props em uma tentativa de impulsionar uma economia digital tokenizada voltada para o usuário.

De acordo com o comunicado de imprensa, a YouNow gerou, até hoje, mais de US$ 70 milhões em vendas em moeda digital e ostensivamente compartilhou seus ganhos através da economia in-app de sua plataforma.

Em um comunicado oficial, David Pakman - sócio da empresa de capital de risco Venrock, que apoia o projeto juntamente com Union Square Ventures, Comcast Ventures e outros - disse:

“Até a aprovação final da SEC, há a oportunidade de os aplicativos integrarem e 'minerarem' um token digital legalmente compatível e obterem uma participação, tanto para os aplicativos quanto para os usuários, na rede com a qual contribuem. Este novo [...] modelo está inaugurando uma nova era de distribuição de valor transparente e equitativa e compartilhando esse valor com os usuários finais.”

Como relatado, esta semana testemunhou a publicação do white paper da tão aguardada criptomoeda do Facebook, o Libra. Logo após a seu lançamento, a presidente do Comitê de Serviços Financeiros dos Estados Unidos solicitou que o Facebook suspendesse o desenvolvimento do projeto. O Comitê Bancário do Senado dos EUA marcou uma audiência para o testemunho sobre o projeto em 16 de julho.