Lightcurve dispensa 40% de sua mão de obra para contenção de gastos

O estúdio de desenvolvimento de blockchain Lightcurve - que faz parte da plataforma de aplicativos blockchain de código aberto Lisk - demitiu 40% de sua mão de obra no início desta semana. Max Kordek, cofundador da Lightcurve e da Lisk, anunciou a decisão no início desta semana no Discord, citando a necessidade de o projeto reduzir custos.

O fechamento das vagas de empregos afetou 21 dos 53 funcionários da Lightcurve e, além disso, o projeto cancelou os contratos de três funcionários que estavam prontos para entrar para o prjeot.

Kordek disse que a empresa se concentrará em manter sua força nos departamentos de pesquisa, desenvolvimento de back-end e relações com desenvolvedores, além de reduzir o desenvolvimento, o marketing, o design e as operações do front-end. Kordek explicou ainda:

"Os motivos foram para diminuir nossa taxa de queima, que em grande parte consistia em custos de recursos humanos e diminuir nossa sobrecarga operacional para nos tornarmos mais ativos novamente".

Os 32 funcionários restantes continuarão focados na construção da plataforma Lisk a partir dos escritórios da Lightcurve em Berlim.

Várias empresas de blockchain estão sentindo a pressão

A Lightcurve é apenas a mais recente de várias empresas de blockchain a anunciar recentemente fechamento de postos de trabalho devido a medidas de corte de custos e racionalização.

Como o Cointelegraph relatou, a empresa blockchain de pagamentos Circle anunciou o fechamento de outros 10 postos de trabalho nesta semana, após um corte anterior de cerca de 30 funcionários (representando aproximadamente 10% da empresa) em maio.

Também nesta semana, o estúdio de desenvolvimento Ethereum Consensys anunciou o fechamento de escritórios na Índia e nas Filipinas, resultando na dispensa de 11 funcionários.

E no mês passado, a empresa de análise de blockchain Chainalysis também demitiu quase 20% de sua força de trabalho, totalizando 39 funcionários. Segundo Maddie Kennedy, diretor de comunicações da Chainalysis, a equipe de pesquisa e desenvolvimento foi a mais afetada pelos cortes.