Libra Network registrou mais de 30 projetos nos últimos dois meses de testes

A Libra Association, entidade por trás da vindoura stablecoin do Facebook, registrou mais de 30 projetos e 51.000 transações na Libra Network nos últimos dois meses.

Apesar da controversa posição dos reguladores globais em relação ao Libra e da perda de um quarto de seus parceiros fundadores, a Libra Association continua a desenvolver a rede da stablecoin e tem planos de introduzir uma série de novos recursos nos próximos meses, os quais foram estabelecidos em um comunicado de imprensa publicado em 15 de novembro.

Dez carteiras, 11 exploradores de blockchain, um ambiente de desenvolvimento integrado, uma interface de programação de aplicativos e 11 clientes participaram do desenvolvimento da rede.

A associação também conseguiu registrar mais de 51.000 transações na rede Libra desde que sua testnet foi redefinida em 17 de setembro.

Conforme relatado anteriormente, a solução de carteira de criptomoeda sem chave e sem custódia ZenGo começou a oferecer suporte à testnet do Libra em meados de agosto, permitindo que os usuários enviassem e recebessem a stablecoin como qualquer outra criptomoeda, mas em modo de teste.

Planos para os próximos meses

No final de novembro, a associação planeja lançar um novo processo para concluir os Contratos de Licença de Colaborador (Contributor License Agreements - CLAs), que visa melhorar a maneira como os CLAs são enviados, revisados ​​e verificados para indivíduos e empresas.

A organização também planeja implantar 100 nodes na rede principal, o que representará uma combinação de infraestrutura local e hospedada na nuvem.

Entre outros objetivos de curto prazo, a Libra Association anunciou o estabelecimento de um Comitê Diretor Técnico, que deve supervisionar e gerenciar o projeto técnico e o desenvolvimento da Libra Network em nome dos membros da associação.

Facebook Pay x stablecoin Libra

Enquanto isso, o Facebook lançou um novo sistema de pagamento fiduciário chamado Facebook Pay. O sistema foi projetado para facilitar pagamentos no Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp.

A empresa, no entanto, deixou claro que o serviço de pagamento será mantido separado da nova carteira do Facebook, o Calibra, e da rede Libra.

No início de novembro, Kevin Weil, vice-presidente de produtos da unidade de carteira digital Calibra, disse que o Libra será mais semelhante à tecnologia de e-mail do que a serviços de pagamento como o PayPal. Considerando o tempo aproximado para o lançamento do Libra, Weil disse que "essa será uma jornada de anos e décadas".