Reportagem diz que gigante coreana da telecomunicões KT lança plataforma de blockchain como serviço em março

Maior empresa de telefonia da Coreia do Sul, a KT Corporation planeja lançar uma plataforma de blockchain como serviço (blockchain-as-a-service - BaaS) no mês que vem, informou o canal de notícias local iNews24 em 21 de fevereiro.

A KT revelou o conceito para clientes de negócios interessados ​​em uma apresentação nesta semana. A empresa diz que quer aumentar a acessibilidade da tecnologia blockchain localmente.

A plataforma vem no momento em que a KT continua com suas ofertas de blockchain através de um centro dedicado a blockchain, que lançou uma rede comercial em julho do ano passado.

"A plataforma de BaaS da KT reduzirá as barreiras à entrada na esfera blockchain e criará um ecossistema que pode crescer com seus parceiros", disse Seo Young-il, vice-presidente sênior da empresa e chefe do Blockchain Centre, citado pelo iNews24. Ele prossegue:

"Vamos continuar desenvolvendo a indústria de blockchain na Coreia do Sul".

De acordo com a publicação, um total de 43 empresas estiveram presentes no encontro, todas interessadas em entender que casos de uso as blockchains poderiam cumprir em suas operações.

Como a Cointelegraph relatou, em nível de governo, a Coreia do Sul está empenhada em promover a blockchain em todo o país. No início deste mês, os legisladores em Seul anunciaram que investiriam 1 bilhão de dólares em startups de fintech e blockchain até 2022.

Ao mesmo tempo, a KT está se espalhando para além de sua principal área de negócios, buscando projetar e lançar sua própria criptomoeda em outra cidade coreana, Gimpo.

Previsto para ser lançado em abril, o “K Token” da empresa terá uma emissão anual de cerca de 11 bilhões de won (9,8 milhões de dólares).