Justiça novamente condena a Luque Investimentos, suposto golpe com Bitcoin

A Justiça do Estado de São Paulo condenou, em mais um processo, Robson Luque Luque, empresário acusado de operar uma suposta pirâmide financeira com Bitcoin.

Segundo a decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, à qual o Cointelegraph Brasil teve acesso, um cliente teria investido cerca de R$ 100 mil reais com a promessa de receber cerca de 35% de rentabilidade sobre o valor aplicado.

O investidor alega que não conseguiu nem reaver os valores aplicados e tampouco os lucros prometidos: “tentou entrar em contato com a requerida para realizar o distrato e levantar o valor aportado, mas não obteve sucesso. Tentou contato pessoal, no entanto, encontrou o escritório da requerida fechado”, diz o processo.

“DIANTE DO EXPOSTO, com fundamento no art. 487, inciso I do Código de Processo Civil, JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTE a presente ação para condenar os requeridos ROBINSON LUQUE LUQUE-ME e ROBINSON LUQUE LUQUE ao pagamento do valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais) corrigidos desde a propositura da ação, com juros de mora desde a citação”, complementa a decisão.

A Luque Investimentos, de Embu das Artes, seria a principal operadora de uma série de golpes ocorridos na cidade, como B&C Operações Ltda-ME; STM Operações & Investimentos; Classe A Investimentos e Hibridos Club Consultoria e Gestão Financeira Ltda, todos na mira da Justiça brasileira sob suspeita de fraude.