Banco Central japonês analisa moedas digitais em novo relatório

O banco central do Japão examinou o papel das moedas digitais dos bancos centrais (CBDCs) no atual sistema monetário em um relatório divulgado nesta terça-feira, 19 de fevereiro.

No documento, o banco descreve as possíveis maneiras de implementar as CBDC e as conseqüências hipotéticas de diferentes abordagens. O relatório divide as CBDCs possíveis em duas categorias, sendo a primeira aquelas acessíveis ao público em geral em forma de cédulas bancárias e a outra como aquelas limitadas para grupos de grande valor.

A fonte dessa categorização é atribuída ao relatório divulgado pelo Bank for International Settlements em março de 2018, que dividiu as CBDCs entre uso geral e atacado.

O relatório mostra que no atacado as CBDCs não oferecem recursos novos ao sistema monetário. O documento também observou que a tecnologia de registro distribuído e a blockchain poderiam ser usadas para CBDCs baseadas em tokens.

Como informado pelo Cointelegraph em outubro do ano passado, o vice-governador do banco central do Japão, Masayoshi Amamiya, expressou uma posição negativa em relação às moedas digitais emitidas pelo banco central.

Mais recentemente, o banco central da Coréia do Sul emitiu um aviso sobre moedas digitais do banco central, uma semana depois de dizer que não iria apresentar uma cripto.