Gigante de mensagens japonesa lança exchange Bitmax

Em 17 de setembro, a gigante japonesa de mensagens Line lançou sua nova plataforma de negociação de criptomoedas, Bitmax, informou o Cointelegraph Japão.

Aprovação da FSA recebida

Após a aprovação regulatória para operar uma exchange no início de setembro, a LVC Corporation, braço de blockchain da Line, lançou oficialmente sua plataforma de cripto.

De acordo com anúncio anterior, a Bitmax inicialmente permitirá que os usuários negociem as cinco principais criptomoedas, são elas: Bitcoin (BTC), Ether (ETH), XRP, Bitcoin Cash (BCH) e Litecoin (LTC).

Por enquanto apenas pequenas transações

Com 81 milhões de usuários no Japão, a Line agora aceita depósitos e saques através do seu serviço de pagamento móvel, Line Pay, enquanto o serviço de negociação de criptomoedas pode ser acessado na Line Wallet, de acordo com o anúncio.

A recém-lançada exchange japonesa dá as boas-vindas aos traders de cripto, permitindo que os usuários façam pequenas transações com menos de 1.000 ienes japoneses - no valor de cerca de US$ 9 no momento da publicação.

Bitmax vs Bitbox

Como destacado no anúncio, a Bitmax é diferente da Bitbox da Line, baseada em Singapura, que opera globalmente, excluindo o Japão e os Estados Unidos. Lançada em julho de 2018, a Bitbox não está acessível para os traders japoneses devido aos requisitos de licença de troca de cripto do Japão, conforme relatado anteriormente.

Até agora, a Line adotou ativamente a tecnologia cripto e blockchain. Em 2018, a Line lançou sua criptomoeda nativa chamada Link, juntamente com a rede blockchain baseada em tokens Link Chain. Em junho de 2019, a Line Pay Corporation, braço de serviços financeiros da Line, se uniu à gigante global de pagamentos Visa, para colaborar em novas soluções de blockchain e pagamentos eletrônicos.