Números de regulador financeiro do Japão mostram que consultas sobre criptomoedas continuam a diminuir

A agência de regulação financeira do Japão divulgou os números sobre as consultas sobre criptomoedas do quarto trimestre de 2018, e mostrou uma queda brusca. A Agência de Serviços Financeiros publicou o relatório nesta sexta, 8 de fevereiro.

A FSA, responsável pelo ecossistema cripto no país, publicou os últimos números sobre consultas de setembro a dezembro de 2018. A reguladora japanesa recebeu 788 consultas sobre moedas virtuais, o que é um pouco acima da metade das 1,231 consultas do terceiro trimestre de 2018.

O relatório mostra que 235 casos, ou 29%, envolvem consultas e questões, enquanto 228 casos, ou 28%, estão ligados a resultados de transações individuais.

Desde o começo de 2018, o número de consultas caiu para quase cinco vezes menos das 3,559 consultas registradas pela FSA nos primeiros três meses de 2018.

Em agosto de 2018, a o comissariado da FSA destacou que o Japão buscaria o crescimento da indústria de criptomoedas através de uma rígida regulação legal. No fim do último ano, a reguladora japonesa anunciou planos de fortalecer o processo de registro de exchanges de criptomoedas, com o objetivo de diminuir os riscos relacionados ao mercado, como publicou a Cointelegraph no último 2 de setembro de 2018.

Em janeiro, a Cointelegraph Japan noticiou que 7 aplicações de licenças de exchange de criptomoedas no país poderiam ser aprovadas nos próximos seis meses.