Japão: banco Resona encerra parceira o MoneyTap, projeto de pagamentos baseado no Ripple

Um dos maiores bancos japoneses, o Resona, sairá em 13 de maio do projeto de pagamento blockchain MoneyTap, baseado no Ripple, de acordo com anúncio desta última quinta-feira, 11 de abril.

Subsidiária do Grupo Resona, o quinto maior grupo bancário do Japão desde 2012, o Banco Resona juntou-se ao projeto em outubro de 2018, juntamente com o SBI Sumishin Net Bank e o Suruga Bank.

Lançado em 3 de outubro, o serviço de pagamento MoneyTap usa a solução blockchain xCurrent do Ripple para oferecer transferências internas para bancos. O projeto foi codesenvolvido pela gigante de serviços financeiros japonesa SBI Holdings e pelo Ripple, empresa blockchain por trás do XRP, a terceira maior criptomoeda por capitalização de mercado.

No anúncio recente, o Resona afirmou que o banco vai cancelar sua cooperação - iniciada em 4 de outubro - com o MoneyTap. O banco não forneceu detalhes sobre a decisão de se retirar da parceria, apenas acrescentando que continuará a melhorar os serviços para seus clientes.

Recentemente, o MoneyTap recebeu um investimento não revelado de 13 bancos japoneses e instituições financeiras, incluindo o Kiraboshi Bank, o Shinsei Bank e o Hokuriku Bank.

Antes do lançamento oficial do MoneyTap em outubro, a SBI Holdings recebeu uma licença dos reguladores japoneses para lidar com pagamentos eletrônicos como um Provedor de Serviços de Agência de Liquidação Eletrônica.

Hoje, David Solomon, CEO do principal banco de investimento global, o Goldman Sachs, declarou que o banco nunca teve planos de lançar uma mesa de negociação de criptos, negando notícias divulgadas anteriormente.