Japão: 13 bancos investem no app de pagamento baseado em Ripple da SBI

O aplicativo de pagamento em blockchain MoneyTap, co-desenvolvido pela Ripple e pela gigante de serviços financeiros japonesa SBI Holdings, recebeu investimentos de 13 bancos locais, de acordo com comunicado do SBI publicado em 28 de março.

No anúncio, o SBI Holdings informa que o Kiraboshi Bank, Shinsei Bank e Hokuriku Bank, juntamente com outras dez instituições financeiras, uniram-se ao projeto como acionistas.

O MoneyTap, que foi desenvolvido para transferir dinheiro rapidamente através de um aplicativo móvel usando a solução de blockchain xCurrent da Ripple, receberia investimentos de outras instituições financeiras japonesas até o fim do ano. De acordo com o SBI Holdings, os bancos usando a solução vão cooperar para permitir transferências interbancárias domésticas.

Segundo o texto, a meta do MoneyTap é criar uma infraestrutura de remessas que vai operar 24 horas por dia, permitindo aos clientes mandar dinheiro de sua conta bancária doméstica para qualquer outra instituição, no país ou no exterior, participante do projeto.

Em outubro de 2018, a Ripple e o SBI Holdings lançaram oficialmente o MoneyTap. O projeto foi inicialmente aderido por três bancos japoneses – SBI Sumishin Net Bank, Suruga Bank e Resona Bank. Porém, o anúncio declarava que o MoneyTap iria eventualmente formar um consórcio de 61 bancos japoneses - representando mais de 80% de todos os ativos bancários do Japão.

Antes do lançamento oficial, o SBI Holdings recebeu uma licença dos reguladores japoneses para lidar com pagamentos eletrônicos como "Provedor de Serviços de Agência de Transação Eletrônica".

Soluções de remessa desenhadas pela Ripple são usadas tanto para transações interbancárias domésticas quanto no exterior. Por exemplo, o grupo bancário espanhol Santander está usando o xCurrent da Ripple para transferências internacionais de dinheiro na Espanha, Brasil, Reino Unido e Polônia.

A plataforma de câmbio e pagamento dos Emirados Árabes Unimoni também está usando a plataforma baseada em blockchain da Ripple para completar transações em tempo real no Siam Commercial Bank da Tailândia.