'Vi o Bitcoin cair de US$ 1.200 para US$ 190 e a maior exchange do mundo fechar, uma queda para US$ 9.500 está te abalando?', provoca especialista

Miguel Cuneta, especialista em Bitcoin e co-fundador da empresa Filipina "Satoshi Citadel Industries", criada em 2014, provocou quem está pessimista com a recente queda do Bitcoin com post nas redes sociais nesta quarta-feira, 15 de agosto. 

Em uma publicação na sua página pessoal no Twitter, o especialista disse: 

"Vi o Bitcoin cair de US$ 1.242 para US$ 190 entre 2013 e 2015. A China o proibiu, a maior exchange do mundo à época entrou em colapso depois de perder 850.000 BTC, e Mike Hearn, um ex-desenvolvedor do Bitcoin Core, descreveu o projeto como um fracasso quando o BTC atingiu seu preço mais baixo naquele período. E uma queda para $9.500 está abalando você?" 

A queda dos preços do Bitcoin nesta semana, reportado pelo Cointelegraph, gerou pessimismo e especulação de seus motivos da parte de alguns. É diante do medo e incerteza sobre o futuro do Bitcoin que Cuneta elenca uma série de situações adversas que seriam muito piores do que a situação atual.

Em uma das respostas ao seu post no Twitter, Cuneta é perguntado sobre quando o Bitcoin iria para a "lua" (expressão popular entre os adeptos que significa uma alta significativa nos preços). O investidor respondeu que o Bitcoin, no patamar de preço em que está, já está na lua e a próxima pergunta deveria ser quando ele vai para "marte".

Conforme publicado pelo Cointelegraph, a recente recuperação do preço ao patamar dos US$ 10.000 renovou o sentimento de alta entre alguns investidores.