IRS americano pode supostamente acionar as 'big techs' para informar atividades dos usuários relacionadas a criptomoedas

O Internal Revenue Service ( RS) dos Estados Unidos está supostamente considerando exigir que os gigantes da tecnologia informem sobre a atividade de criptomoedas pelos usuários, de acordo com uma apresentação supostamente feita pela Receita Federal americana e fornecida por um usuário do Twitter em 9 de julho.

De acordo com os documentos compartilhados, o IRS espera usar intimações do Grande Júri sobre empresas como Apple, Google e Microsoft para verificar o histórico de downloads dos contribuintes para aplicativos relacionados a criptomoedas.

Conhecida como Crypto Tax Girl, Laura Walter, contadora pública certificada e especializada em impostos sobre criptomoedas twittou a apresentação supostamente para agentes da divisão de Investigação Criminal da Receita Federal americana.

Citando o documento, Walter concluiu que a autoridade fiscal está conduzindo uma pesquisa exaustiva sobre a detecção de casos  criminosos de evasão fiscal envolvendo criptomoedas. Como tal, o IRS está considerando a realização de entrevistas, pesquisas de código aberto e de mídia social, bem como vigilância eletrônica, observou o especialista.

Surpreendentemente, o documento de 181 páginas diz:

“O Grande Júri deve acionar Apple, Google e Microsoft para fornecer o histórico completo de downloads de aplicativos sobre criptomoedas. A função de cada aplicativo deve ser explorada para determinar se o aplicativo pode ou não transmitir ou, de outra forma, permitir transações em bitcoin. ”

Como Walter enfatizou, a apresentação prevê que os agentes do IRS garantam que os contribuintes não sejam notificados sobre as informações obtidas sobre o uso de criptomoedas para evitar danos à investigação. 

Cointelegraph observa que o IRS não confirmou a autenticidade da origem da apresentação.

De acordo com os documentos fornecidos, o IRS também pode verificar os dados de contas em bancos e no Paypal para verficar conexões de transações com criptomoedas. Além disso, a autoridade fiscal está considerando acionar gigantes de mídia social, como Facebook e o Twitter, para encontrar e registrar endereços de criptomoedas disponíveis publicamente.

Concluindo o tópico, Crypto Tax Girl escreveu :

"Há uma tonelada de outras informações sobre criptomoedas em geral, rastreamento de transações através do blockchain, limitações do blockchain, etc. mas o que você precisa saber é que o IRS está trabalhando duro para identificar casos de impostos criminais envolvendo criptomoeda."

Conforme relatado anteriormente , o IRS atualmente consideraque a propriedade de criptomoedas deve ser taxada. No final de 2018, um comitê consultivo da Receita Federal expressou sua intenção de fornecer diretrizes adicionais para a tributação de transações de criptografia.

Recentemente, a Cointelegraph informou sobre o plano de Cingapura de isentar as criptomoedas do Imposto sobre Bens e Serviços (GST).