IOTA entra em nova parceria para rastrear alergênicos potencialmente fatais em alimentos usando DLT

A organização sem fins lucrativos de blockchain IOTA Foundation fechou parceria com a empresa de gestão de segurança alimentícia digital Primority para rastrear alergênicos em alimentos via blockchain, como revelou a IOTA através de um tweet de 20 de junho.

A nova parceria partnership busca reduzir os riscos associados com alergênicos potencialmente fatais em alimentos, mirando 220 milhões de pessoas que possuem algum tipo de alergia alimentícia o mundo, como a IOTA escreve no tweet.

A parceria inclui o desenvoltimento de um protótipo de uma aplicação que permitiria a consumidores rastrear produtos alimentícios para alergênicos, especialmente aqueles que são geralmente notados por diversas razões, incluindo casos em que os produtos compartilham linhas de produção com produtos que possuem componentes capazes de causar alergia, como diz outro post no blog da IOTA.

No caso, a aplicação será baseada no protocolo de ledger distribuído Tangle, e integrado com a plataforma 3iVerify da Primority, que vai permitir que a informação coletada de fabricantes seja automaticamente compartilhada pela Tangle da IOTA.

Para isso, a aplicação vai permitir a consumidores acessar detalhes sobre produtos alimentícios ao rastrear os códigos de barras via app. A informação compartilhadda incluirá o rastreamento de matérias-primas usadas e fornecedores, assim como os processos de produção do alimento. Como a IOTA ressalta no anúncio, os clientes poderão acessar os dados “sem compartilhar quaisquer dados pessoais, informações sensíveis, e sem ter qualquer criptomoeda”.

Recentemente, o Cointelegraph noticiou parceria entre a associação nacional de frutos do mar dos EUA, o National Fisheries Institute (NFI), e a solução de cadeia de suprimentos em blockchain Food Trust da IBM para rastrear espécies de frutos do mar.

Em abril, a empresa de pesquisas Gartner previu que até 20% dos 10 maiores fornecedores globais de produtos de mercearia vão adotar blockchain até 2025.