IOTA faz parceria com Microsoft, Fujitsu e outras para monetização de dados na IoT

Ontem, a IOTA anunciou um importante lançamento na plataforma, permitindo a monetização de dados usando micropagamentos através da sua tecnologia de livro-razão distribuído. A solução de dados já criou grandes parcerias com Microsoft, Fujitsu, Bosch, Deutsche Bank Telekom e outras.

A IOTA já emitiu seus tokens com o mesmo nome sob sua venda de token no início deste outono. A empresa criou o que considera uma opção melhor na evolução da tecnologia Blockchain chamada "tangle". Através deste sistema, a empresa está criando uma maneira de dispositivos conectados poderem transferir, comprar e vender diversos conjuntos de dados enquanto criam acesso a dados que muitas vezes acabam não sendo utilizado, tudo com substancial segurança.

Uma demonstração da plataforma está prevista para janeiro e será uma forma de as empresas participarem da inovação. Os parceiros também poderão influenciar a forma como a plataforma continua a funcionar. O cofundador da IOTA, David Sønstebø, disse:

"O objetivo é habilitar uma combinação de uma economia de dados business-to-business, além de possibilitar a participação de pesquisadores e até de quem busca um passatempo. A beleza de permitir o acesso comercial fino-granular é que realmente não sabemos quem ou como será usado, exceto que sabemos que é um paradigma completamente novo".

A esperança é que a estrutura da tecnologia tangle da IOTA, sem mineradores ou taxas de mineração, permita a proliferação em grande escala de micropagamentos para conjuntos de dados, fornecendo acesso a dados e construindo uma rede para que as empresas possam usar e acessar esses dados para melhorias na Internet das Coisas (IoT).


Siga-nos no Facebook