Exchange cripto indiana Coindelta encerra operações e cita condições regulatórias adversas

A exchange de criptomoedas indiana Coindelta está encerrando seus serviços em função do clima operacional adverso para as empresas de cripto no país. O desdobramento foi anunciado em um post oficial em 30 de março.

Dezoito meses após seu lançamento, a Coindelta informou aos usuários que as severas restrições nos serviços bancários para empresas relacionadas à cripto na Índia fizeram com que seus custos operacionais aumentassem e, portanto, não fosse economicamente viável seguir com as operações. A postagem observa:

“Foi muito difícil para nós operar a exchange Coindelta nos últimos 6 meses. O problema com as contas bancárias junto ao RBI nos tornou deficitários no fornecimento de serviços de depósito e saque sem interrupões. Não houve nenhum progresso significativo no caso na Suprema Corte, o que torna difícil prever quando teremos uma regulaão”.

Em abril de 2018, o banco central do país, o Banco Central da Índia (RBI), proibiu que todos os bancos nacionais prestassem serviços a empresas relacionadas à cripto. A prolongada incerteza regulatória fez com que até mesmo indivíduos teriam enfrentado o fechamento de contas bancárias, já que algumas instituições aparentemente extrapolaram amplamente a proibição da cripto bancária para negociantes únicos.

Em seu anúncio, a Coindelta afirmou que todos os mercados de cripto em suas plataformas estavam suspensos às 14h (fuso horário desconhecido) de 30 de março.

Todos os pedidos pendentes naquela época foram cancelados, com fundos de usuários devolvidos às carteiras. A bolsa disse que continuará a fornecer serviços de carteira até 29 de abril de 2019, após o que pede aos usuários que solicitem saques via sua página de suporte ou e-mail.

A Coindelta está cobrando uma taxa fixa para todas as retiradas, conforme descrito no comunicado. Muitos usuários responderam à Coindelta no Twitter, argumentando que a taxa é excessivamente alta e torna a retirada de pequenas quantias de depósitos de cripto insustentáveis.

Em uma tentativa de sufocar a raiva da comunidade e atrair negócios de antigos clientes de sua contraparte, a WazirX, empresa indiana de exchange cripto, informou aos usuários em 30 de março que reembolsará as taxas de retirada de Coindelta se optarem por transferir seus depósitos para sua plataforma.

Como publicado anteriormente, o status e o futuro das criptomoedas na Índia continuam altamente controversas. Depois que a controversa proibição do RBI entrou em vigor em julho passado, tanto as petições públicas quanto as lideradas pela indústria recorreram aos tribunais alegando que a decisão é inconstitucional.

Em 30 de março, a quarta de uma série de manifestações de apoio da blockchain foi organizada na cidade de Bangalore em protesto contra a incerteza em curso enquanto a Suprema Corte pondera sobre uma decisão final esperada sobre a proibição do RBI.