No Brasil, líder da IBM destaca: ‘Preparem-se para a era quântica com kubernetes e blockchain’

Willie Tejada, gerente-geral e desenvolvedor-chefe na IBM, esteve no Brasil recentemente e destacou que os desenvolvedores devem estar atentos à duas tecnologias em especial no futuro: computação quântica e blockchain. A afirmação foi divulgada pelo site Computerworld.

Segundo o executivo, os desenvolvedores precisam ficar atentos aos kubernetes, que podem se tornar a plataforma global das aplicações no futuro.

"Se você pensar, toda indústria tomou uma decisão de que kubernetes é a plataforma, essencialmente, onde as aplicações irão rodar no futuro. Nós nunca tivemos isto na história da indústria. O mais próximo que chegamos foi Java", ressaltou, lembrando que a ascensão da adoção do kubernetes foi uma das principais razões que levou a IBM a comprar a Red Hat.

No entanto, segundo ele, há outras áreas que igualmente irão se tornar destaque global entre elas, ciência de dados e inteligência artificial.

"Ciência de dados antes, porque dados são o combustível que alimentará a inteligência artificial e a inteligência artificial estará, basicamente, no coração de tudo que a gente fará", reforçou. 

O executivo da IBM aconselhou desenvolvedores a também aprenderem sobre a blockchain, e reforçou que se trata de uma tecnologia que está no horizonte da revolução dos negócios. "Eu vou usar o termo quantum ready", disse Tejada.

"Enquanto a computação quântica, de um ponto de vista comercial, ainda está longe de ser aplicada em escala, não temos mais aqui uma questão de 'se' e sim 'quando' ela chegará. Então, é importante que os desenvolvedores estejam prontos”

Como já reportou o Cointelegraph, a computação quântica tem gerado muito debate no ecossistema cripto/blockchain, pois não há consenso sobre como este poder computacional poderia impactar a indústria na medida em que ele poderia "quebrar" criptografias associadas a chaves privadas de criptomoedas.