IDEG e Coinbase Custody lançam de forma pioneira os trustes de Bitcoin na Ásia

O IDEG, gerenciador de ativos digitais, está lançando o que afirma ser o primeiro trust em Bitcoin (BTC) da Ásia.

Os dois novos fundos - o Asia Bitcoin Trust I e o Atlas Mining Trust I - foram anunciados oficialmente em um comunicado à imprensa de 8 de dezembro, confirmando uma divulgação anterior da empresa em Hong Kong no final de novembro.

A Coinbase Custody atuará como serviço de custódia de ambos os trustes, com a Profound Trust Company, com sede na Ásia, atuando como curadora. O tamanho combinado dos dois trustes é de US$ 200 milhões.

Levando dinheiro antigo para um novo setor

O primeiro dos dois fundos, o Asia Bitcoin Trust I, é um veículo de investimento gerenciado ativamente e, como tal, está sendo lançado pela empresa em contraste ao carro-chefe da Grayscale, o Bitcoin Trust, que obteve uma valorização consistente ano após ano, superando muitos investimentos tradicionais.

Enquanto o trust da Grayscale é gerenciado passivamente, o IDEG aborda o tema de forma diferente de seu antecessor, como afirma o CEO da empresa, Kevin Yang:

"Como gerenciador de investimentos do trust, o IDEG aplicará uma série de estratégias de cobertura (hedge) e arbitragem para render mais Bitcoin aos investidores e, enquanto isso, controlar efetivamente o risco de rebaixamentos".

O IDEG tem como objetivo incentivar ainda mais os investidores tradicionais a incluir a cripto em suas estratégias de alocação, oferecendo um segundo truste que permite que os investidores compartilhem dos lucros gerados pelos negócios de mineração do IDEG.

Em sua declaração, o fundador do IDEG, Raymond Yuan, afirmou que a empresa está tendo sólidas taxas de retorno de suas atividades de mineração por causa de seu foco em capex, opex, estratégias operacionais e de gerenciamento de riscos, além de sua capacidade de investir em hardware e infraestrutura.

"Os mineradores individuais estão desistindo porque os mineradores institucionais como nós podem melhorar em quase todos os aspectos", afirmou.

Precedentes dos EUA

Conforme relatado, o altamente bem-sucedido Bitcoin Trust (GBTC) da Grayscale entrou recentemente com o pedido de Form 10 junto à Comissão de Valores Mobiliários dos Estados Unidos (Securities and Exchange Commission - SEC) em uma tentativa de se tornar o primeiro fundo de criptomoeda a se reportar ao regulador.

Caso seja aprovado, isso designaria o fundo como uma empresa que se reporta à SEC e exigiria que ele registrasse suas ações no Exchange Act do país.

Aparentemente, dado que muitas instituições impedem os investidores de considerarem trustes sem aprovação da SEC, a base de investidores elegíveis da Grayscale pode aumentar consideravelmente se o requerimento for bem-sucedido.

Como o Cointelegraph informou em setembro, outra empresa de gerenciamento de investimentos com sede nos EUA, a VanEck, também lançou seu próprio trust em Bitcoin, mas ele não ganhou tanta tração na primeira semana de suas operações.