IBM anuncia nova atualização Multicloud para Blockchain

A IBM anunciou atualizações em sua plataforma Blockchain, de acordo com um relatório da Ledger Insights em 18 de junho.

O novo IBM Blockchain Platform terá a capacidade de ser executado em várias redes de nuvem, como a grande corporação de tecnologia da Microsoft, o Azure ou o Amazon Web Services (AWS).

Esta é aparentemente a atualização principal sobre sua aiteração anterior, que estava disponível somente através da nuvem da IBM. A plataforma multicloud estará disponível através do Kubernetes, um programa de contêiner que permitirá aos usuários escalar suas redes blockchain conforme necessário.

Um dos principais resultados de sua nova estrutura multicloud é que o IBM Blockchain Platform 2.0 agora tem recursos de interoperabilidade. De acordo com o site, a plataforma multicloud permite que os participantes da plataforma em blockchain forneçam governança em várias redes de nuvem, mesmo aquelas com diferentes ambientes de privacidade.

O IBM Blockchain CTO Gari Singh comentou sobre essa vantagem de multi plataformas, dizendo:

“Queremos trazer a empresa XYZ, mas a XYZ tem um contrato com o Azure, AWS ou Oracle”, disse ele. “Como permitimos que esses caras conectem um ponto [nó] para se juntar à rede e como você pode fazer isso?” [...] Agora podemos aproveitar todas as grandes coisas que estão no Hypeledger Fabric, e podemos apoar você onde quer que você precise estar. E também podemos ajudar a suportar redes que queiram trabalhar com a IBM, mas elas não têm outros membros. ”

De acordo com o relatório, a plataforma da IBM é uma variação da plataforma de blocos de código aberto Hyperledger Fabric, que é fundamentalmente a mesma, mas com a adição de ferramentas de fácil acesso fornecidas pela IBM. As ferramentas supostamente simplificam o processo de lançamento de uma rede autorizada, auxiliando nas tarefas necessárias, como atribuir governança e criar mecanismos de consenso.

Como previamente relatado pelo Cointelegraph, a IBM recentemente lançou uma rede junto com bancos brasileiros, dentro do SBP - o Sistema brasileiro de pagamentos. Em parceria com a Câmara Interbancária de Pagamentos - CIP, a plataforma, chamada de Device ID, é construída em blockchain sob o Hyperledger Fabric.

A plataforma supostamente atuará como um autenticador de assinaturas digitais em dispositivos móveis, presumivelmente com o objetivo de evitar fraudes e outras atividades criminosas. Nove bancos e o Sistema de Pagamentos Brasileiro já estão usando a nova plataforma de verificação baseada em blockchain.