'Já investi em Bitcoin, mas não tenho sorte do governador fazer decreto para me ajudar', diz deputado em SP

O Deputado Estadual Arthur do Val (DEM-SP) teceu diversas críticas ao governador do Estado de São Paulo, João Dória, sobre a criação do projeto IncentivAuto e disse que o projeto 'acelera para alguns amiguinhos dele', conforme discurso transcrito e publicado no Diário Oficial do Estado em 03 de outubro.

"O IncentivAuto, que é um caminho para o desastre econômico, é mais um daqueles projetos que, quando vêm do governo, nessa Casa, já me dão até calafrio. Porque o Doria - com raras exceções, como a extinção da Dersa etc. -, quando manda projeto para essa Casa, eu já sei que não é projeto liberal. Eu já sei que é projeto “acelera” para algum amiguinho dele lá", declarou.

O Deputado alega que o projeto do Governador irá beneficiar apenas 'escolhidos' por João Doria e, entre eles Carlos Alberto de Oliveira e Andrade. Na sua justificativa Arthur do Val insinua que perdeu dinheiro investindo em Bitcoin e que não tem a mesma sorte que os 'amigos' do Governador.

"E aí ele faz o seguinte: terão o incentivo os escolhidos do rei Doria, porque são aqueles que vão poder investir mais de um bilhão de reais aqui no estado. Eu fui procurar a lista. Vamos ver quem são os grandes empresários que vão conseguir investir nisso daqui. Tem um cara. Esse projeto tem nome. O nome do cara é Carlos Alberto de Oliveira e Andrade. Para quem não conhece, é o famoso Caoa. Coincidentemente, o cara acabou de comprar a fábrica que fabrica essa porcaria de 74 mil reais, feita de plástico.

E aí é o seguinte, cara. Põe a foto no 2, por favor. Deve ser uma outra coincidência do Brasil. Em fevereiro desse ano, o senhor Caoa disse que queria comprar a fábrica da Ford. O homem quer comprar a fábrica. Coincidentemente, o governador do estado de São Paulo, no mês seguinte, dá um decreto que favorece isso daí. Mas deve ser uma sorte... Esse cara deve ter virado para a lua mesmo, porque essa sorte eu não dou. Eu já investi em sucata, já investi em caminhão, já investi em empresa, já investi em “bitcoin”, já investi em fundo de ação, e eu não dou essa sorte, cara. Eu não dou essa sorte de o governador do maior estado do país fazer um decreto para me ajudar em alguma coisa aqui.", disse defendendo voto contrário ao projeto.

O IncentivAuto é um pacote de incentivos fiscais para montadoras no estado e pretende conceder descontos de até 25% no ICMS para as fabricantes de veículos interessadas em aderir ao programa. Para tal, as empresas deverão apresentar planos de investimento superiores a R$ 1 bilhão. Segundo o governo, os incentivos aumentarão de acordo com o tamanho dos aportes e cada companhia deve gerar, pelo menos, 400 novos postos de trabalho.

Como noticiou o Cointelegraph, sobre a regulamentação das criptomoedas no Brasil, o advogado brasileiro, Antônio Moraes Pitombo, declarou, na Câmara dos Deputados, durante um debate sobre a criação da Unidade de Inteligência Financeira (UIF), como substituto do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf), que o Banco Central do Brasil deve ser o responsável pela regulamentação do Bitcoin, no país.

"Não estamos tratando apenas de questões financeiras, o que já indica claramente que não devemos limitar ao Banco Central a preocupação com a lavagem de dinheiro", afirmou, lembrando que a UIF deslocará para o Banco Central questões difíceis de regular, como as criptomoedas", disse.