HSBC, SGX e Temasek exploram a tecnologia DLT para o mercado de títulos da Ásia

O gigante bancário global HSBC vai explorar o uso da blockchain para a emissão de títulos de renda fixa em um teste em parceria com a Singapore Exchange (SGX) e a empresa de investimentos Temasek.

Focado nos mercados de títulos da Ásia, os testes têm objetivo de otimizar o processo de emissão de títulos e reduzir os custos associados aplicando valores mobiliários tokenizados e contratos inteligentes, conforme o HSBC Singapura anunciou em 13 de novembro.

Enquanto os mercados de renda fixa da Ásia continuam crescendo, os processos de emissão e manutenção de títulos carecem ainda de eficiência, de acordo com o HSBC. Isso se deve à ausência de uma plataforma única para a troca de informações entre as várias partes e ferramentas de rastreamento ao longo da vida do vínculo.

Testes conjuntos para implementar contratos inteligentes

O novo teste vai implementar valores mobiliários tokenizados e contratos inteligentes - acordos de execução movidos a blockchain entre várias partes - para facilitar as interações entre investidores, liquidadores de títulos e custodiantes.

Lee Beng Hong, chefe do departamento de renda fixa da SGX, observou que a participação do HSBC e Temasek permitirá que a empresa avalie se contratos inteligentes e tecnologia de contabilidade distribuída podem resolver alguns dos desafios do mercado de emissão de renda fixa. Tony Cripps, CEO do HSBC Singapore, disse:

“O potencial da DLT ainda é uma história em evolução, e seu papel na superação das ineficiências no mercado de renda fixa ainda não foi definido. Em colaboração com os players do mercado, vamos entender completamente sua viabilidade real; com a parceria com a SGX e o Temasek, esperamos explorar se os ativos digitais podem se tornar realidade. ”

Todos os três participantes do novo teste de mercado de títulos focado na Ásia já fazem testes com a tecnologia blockchain.

Em 11 de novembro, o Temasek e o banco central de Cingapura introduziram um protótipo de rede de pagamentos baseada em blockchain de várias moedas desenvolvida em conjunto com o JPMorgan. Em outubro, o HSBC aplicou com sucesso uma letra de crédito baseada em blockchain na Malásia. Em novembro de 2018, a SGX concluiu com êxito um teste de blockchain envolvendo liquidação de ativos tokenizados em colaboração com a Autoridade Monetária de Singapura.