Hackers roubam dados da Câmara de Vereadores de Palmas e pedem resgate em Bitcoins

A Câmara de Vereadores de Palmas (TO) foi vítima de hackers durante o feriado da Páscoa. Os invasores pediram um resgate em Bitcoins (BTC), segundo informações do portal G1 publicadas nesta terça-feira, 23 de abril. 

Os funcionários da Câmara perceberam o ataque quando tentaram acessar algumas informações no início desta semana. 

De acordo com a notícia, a Câmara tem backup da maior parte dos dados e decidiu não fazer o pagamento. 

O caso foi registrado na Polícia Civil e as investigações serão realizadas pela equipe da Delegacia Especializada. 

Por questões de segurança, a Câmara preferiu não divulgar o valor pedido em Bitcoins pelo resgate das informações. 

Conforme publicado pelo Cointelegraph, neste mês pelo menos três prefeituras e uma Câmara de Vereadores no interior de Alagoas foram vítimas de cryptojacking. Os ataques atingiram as páginas do Portal de Transparência das prefeituras e da Câmara.

Ainda em abril, um grupo de hackers invadiu a conta no Twitter de um partido político sueco e proclamou o Bitcoin como a moeda oficial do país.