Investidores institucionais estão migrando para altcoins, diz relatório da Grayscale

Segundo informações de um novo relatório trimestral da Grayscale, referente ao terceiro trimestre deste ano, os investidores institucionais parecem estar diversificando suas posições com relação às criptomoedas.

Durante o último ano vimos a entrada de investidores institucionais no mercado de criptomoedas. Apesar de a maioria destes clientes investir somente em Bitcoin, parece que o portifólio de investimento destes grandes negociadores está começando a se diversificar, migrando para as altcoins.

No início de abril deste ano, o domínio do Bitcoin representava pouco mais da metade de todo o mercado de criptomoedas, mas durante o ano seu domínio aumentou significativamente para um pico de 72%. Apesar da subida, nas últimas semanas a participação do Bitcoin recuou quase 6%, até o nível atual de 66,3%. 

Além da queda na dominância de mercado, a principal criptomoeda também está registrando baixos volumes de negociação, inclusive nos mercado de derivativos do ativo digital.

Na última quinta-feira, 17 de outubro, a empresa de investimentos em criptomoedas Grayscale Investments divulgou seu relatório do terceiro trimestre de 2019. Apesar dos preços em declínio, a companhia de investimentos registrou seu melhor trimestre até agora, apresentando a alta histórica de US$ 254,9 milhões em novos investimentos.

No primeiro trimestre, por exemplo, a empresa de investimento registrou entradas de capital de US$ 42,7 milhões, sendo que 73% dessas entradas vieram de investidores institucionais. No entanto, mais de 97% dos fluxo foi investido no fundo exclusivo de Bitcoin da empresa - o Bitcoin Trust.

O parceiro da empresa Placeholder Venture, Chris Burniske, analisou no Twitter essa nova tendência no relatório da Grayscale do terceiro trimestre. Burniske comentou o fato de que os investidores institucionais compraram 2/3 de Bitcoin e 1/3 de Altcoins - talvez uma das razões pelas quais o domínio do Bitcoin caiu para 66,3%.

Apesar da novidade, o Bitcoin ainda levou aproximadamente US$ 170 milhões dos fundos aplicados pela empresa.

O relatório da Grayscale é otimista mas o volume de negociação do ativo digital teve uma queda nos últimos meses. Entre as dez principais exchanges, o volume diário de Bitcoin negociado caiu para menos de US$ 200 milhões - um declínio significativo em comparação com o volume de US$ 4 bilhões visto durante sua alta em junho deste ano.

Apesar da queda no volume de negociação, alguns analistas ainda estão otimistas com o futuro do ativo digital no curto prazo. Como publicou o Cointelegraph, um novo modelo de análise sugere que o Bitcoin irá atingir mais de US$ 15.000 antes de maio de 2020.