Pesquisas no Google por Bitcoin disparam após preço do BTC atingir baixa de seis meses

O Bitcoin (BTC) despertou um novo interesse do consumidor mais amplo, após seu preço cair nesta semana para os níveis mais baixos desde maio.

De acordo com dados do Google Trends, "Bitcoin" e termos associados cresceram em popularidade conspicuamente na semana passada.

"Halving do Bitcoin" de volta aos holofotes

Atualmente, “Bitcoin” está no seu ponto mais alto no ranking de pesquisa desde o final de outubro, quando o par BTC/USD era negociado a quase US$ 10.000.

Google search interest for “Bitcoin”

Interesse por “Bitcoin.” em buscas no Google. Fonte: Google Trends

Geograficamente, o interesse parece vir da África, com Nigéria, África do Sul e Gana formando as três principais fontes. Áustria e Suíça completam o top-5.

A atenção também está focada em fatores além do preço do Bitcoin - o termo "Bitcoin halving" também está em destaque mais uma vez desde as altas de outubro.

O evento, programado para maio de 2020, é amplamente considerado um catalisador para os mercados, com vários analistas prevendo uma nova fase de alta parabólica se iniciando após ou imediatamente antes do halving (queda pela metade na recompensa por bloco minerado).

Prevê-se que a volatilidade dos preços persista

Como o Cointelegraph relatou, os movimentos de preços geralmente ditam o interesse do grande público no Bitcoin, com a volatilidade tendendo a ter mais cobertura da imprensa de fora dos círculos de criptomoeda.

Desde o início da semana passada, o par BTC/USD desabou 20%, enquanto os prejuízos mensais agora totalizam cerca de 30%.

Segundo o estatístico Willy Woo, o comportamento volátil deve continuar à medida que o halving se aproxima. Diferentemente dos dois halvings anteriores, ele observou que 2020 é especial, com o Bitcoin se aproximando dele com uma perspectiva de baixa.

Enquanto isso, no Google, o interesse parece confinado ao Bitcoin - estatísticas para termos relacionados a altcoins como "Ethereum", "ETH" e "XRP" permaneceram estáveis ​​nas últimas semanas.