O braço financeiro da General Motors se junta à iniciativa de segurança de dados blockchain

A General Motors (GM), gigante automobilística dos Estados Unidos, tornou-se a mais nova membro do projeto de parceiria de uma startup blockchain da Spring Labs para melhorar a segurança de dados, confirmou a empresa em um comunicado de imprensa em 11 de fevereiro.

A GM, que já experimentou a tecnologia antes, vai se juntar ao programa Spring Founding Industry Partners (SPIF), lançado em janeiro.

Agora, contando com quase 20 participantes, o progema visa abordar questões de proveniência de dados por meio de pesquisa colaborativa.

A Spring Labs, como a Cointelegraph informou, planeja lançar seus primeiros produtos relacionados ainda neste ano.

“Como braço financeiro da General Motors e uma das maiores fornecedoras de financiamento de automóveis do mundo, estamos continuamente inovando e evoluindo nossas capacidades de prevenção e detecção de fraudes para melhor servir e proteger nossos clientes e revendedores”, disse Mike Kanarios, diretor de estratégia da GM Financial, em comentário no comunicado de imprensa.

Citado pela Forbes, Adam Jiwan, CEO da Spring Labs, sugeriu que, se bem-sucedida, participação poderia se estender às operações da GM de maneira mais ampla.

Jiwan explicou:

"Chegamos juntos com a visão de que poderíamos desenvolver uma série de casos de uso que correspondessem a algumas das principais prioridades da [GM Financial] como credor, ou potencialmente [as da] GM como empresa controladora".

O comunicado de imprensa também observa que a GM Financial é a primeira a participar do SPIF.

A GM assumiu um papel cada vez mais ativo no desenvolvimento da blockchain nos últimos anos. No final de 2017, a GM Financial tornou-se um dos primeiros membros do Hyperledger, um projeto blockchain corporativo de código aberto que desde então vem reunindo vários nomes bastante conhecidos. O Hyperledger atualmente fornece a tecnologia por trás da plataforma blockchain da IBM.

Seis meses depois, a GM lançou sua própria associação de blockchain entre indústrias, juntamente com outros grandes fabricantes de automóveis. Em dezembro, a GM registrou uma patente sobre o uso da tecnologia para lidar com dados, especificamente relacionados a veículos autônomos.