Fujitsu revela serviço de identidade e credencial baseada em blockchain

A empresa japonesa de pesquisa em tecnologiaFujitsu Laboratories desenvolveu uma solução baseada em blockchain para avaliar  credenciais de usuário, identidade e a confiabilidade nas transações online, de acordo com um anúncio feito pela Fujitsu em 4 de julho.

Conforme relatado, a solução considera avaliações de usuário, armazenadas em um blockchain, para atribuir a cada usuário uma "pontuação de confiabilidade". Os usuários supostamente avaliam um ao outro quando ocorre uma transação e a tecnologia avalia esses dados para adivinhar os relacionamentos dos usuários entre si. .

Outros usuários podem ver o quão alto é a pontuação de confiança de outra pessoa antes de concordar com uma transação, de acordo com o anúncio. 

A Fujitsu afirma que esta solução tem vantagens sobre outros sistemas descentralizados. de Identificação (DID), que são uma classe de soluções para verificação de identidade e credencial através de terceiros. 

Em certas soluções semelhantes, um usuário pode alegadamente conspirar com um terceiro para falsificar seus registros. A Fujitsu alega que sua solução evita esse tipo de conspiração usando uma abordagem baseada em gráficos para entender os relacionamentos dos usuários. 

Em vez de depender apenas de métricas brutas o sistema da Fujitsu supostamente tenta eliminar o conluio, observando o gráfico das relações de transação de um usuário:

“Mesmo que um usuário considere um terceiro para incorretamente aumentar sua avaliação, os relacionamentos estruturados em gráfico revelarão informações como a fraqueza de seus relacionamentos com outros usuários, dando ao sistema o potencial para identificar deturpações.”

De acordo com o anúncio, a Fujitsu diz que um de seus objetivos é integrar essa nova solução ao Serviço de Distribuição e Utilização de Dados Virtuora DX da Fujitsu Intelligent Data Service baseado em blockchain em algum momento ainda no ano de 2019.

Como relatado anteriormente pela Cointelegraph, a Fujitsu e a gigante de tecnologia Sony confirmaram uma parceria no lançamento de um programa piloto com base em blockchain em fevereiro. Este programa visa usar a tecnologia blockchain para tornar os registros e notas da escola mais confiáveis.

O programa piloto usará a plataforma educacional da Fujitsu, a Fisdom, como um meio de avaliar as habilidades dos estudantes estrangeiros, em comparação com suas certificações declaradas, enquanto ele se candidata a uma escola japonesa:

“A plataforma do curso coletará dados, incluindo pontuações de testes, capacidade de conversação em japonês e tempo de estudo e os armazenará em um blockchain como um certificado. A Human Academy [...] será capaz de compreender com precisão a capacidade de linguagem de alunos individuais com base nesses dados altamente confiáveis, comparando os dados do certificado no blockchain com os certificados educacionais enviados pelos futuros alunos. ”