Depois de ser solto, John McAfee agora diz que quer concorrer ao cargo do primeiro ministro da Grã-Bretanha

Depois de enfrentar duas prisões em uma semana, John McAfee declarou que agora quer concorrer aos cargos de presidente dos EUA e primeiro-ministro britânico simultâneamente.

McAfee: ‘Sou um dos únicos’

Em 26 de julho, mesmo dia em que a McAfee sofreu sua segunda prisão em uma semana, o presidenciável norte-americano agora expressou sua intenção de concorrer também ao primeiro-ministro do Reino Unido, ressaltando que ele é uma das poucas pessoas com qualidades para o cargo. O conhecido entusiasta do Bitcoin (BTC) e pioneiro de cibersegurança tuitou:

“Alguém pode concorrer e ser presidente dos Estados Unidos e primeiro-ministro da Grã-Bretanha simultaneamente? Sim. Absolutamente. Sem dúvida. Mas acredito que sou uma das poucas pessoas ainda vivas que poderiam se qualificar para a ambos os cargos.”

A McAfee explicou que para se qualificar para o cargo deve-se atender a dois requisitos: ser um cidadão americano nascido em solo norte-americano e um cidadão britânico nascido na Inglaterra. De acordo com a McAfee, ele atende a ambos os requisitos, pois ele não nasceu na Inglaterra, mas em uma base do exército americano na Inglaterra. Ele escreveu:

“Eu nasci na Inglaterra no final da Segunda Guerra Mundial. Meu pai era um soldado americano e eu nasci em uma base do exército americano na Inglaterra. Os dois juntos atendem ao requisito de ter nascido em território dos EUA. Olhe para o céu, se você não acredita."

A McAfee aparentemente também foi libertado da prisão, já que twittou que ele estará em Londres com sua esposa Janice McAfee esta noite para discutir as perspectivas das posições combinadas.

Vale notar que Boris Johnson, o recém-eleito primeiro-ministro do Reino Unido, nasceu em Nova York. Ele só recentemente renunciou ao seu passaporte americano quando a Receita Federal do Reino Unido esteve em seu encalço por impostos não pagos, de acordo com a revista de notícias semanal americana Newsweek.

Doações em Bitcoin são aceitas

Hoje mais cedo, McAfee revelou que enfrentou sua segunda prisão nesta semana, apenas um dia depois de sua libertação na República Dominicana, onde ele foi preso por quatro dias. Sob condição de procurado nos EUA, McAfee diz planejar aceitar doações de Bitcoin para sua campanha presidencial, que comanda a partir de um barco desde que chegou na República Dominicana.

No final de 2018, a McAfee insinuou a campanha presidencial não é uma proposta séria, mas sim uma oportunidade de ganhar notoriedade no cenário nacional para promover criptomoedas.

Ontem, o Cointelegraph noticiou que um novo comitê de ação política, que está apoiando outro candidato à presidência, Andrew Yang, lançou seu programa de arrecadação de fundos, chamado “21 dias de Bitcoin para o Século XXI”.