Agência Reguladora da França vê aumento de 14.000% em inquéritos de fraudes relacionados a criptos desde 2016

A reguladora francesa do mercado de ações AMF viu aumento de mais de 14.000% em inquéritos relacionados com ofertas cripto fraudulentas  em 2018 em comparação com 2016, segundo escreveu a agência em um relatório anual publicado em 7 de maio.

No relatório, a Autorite des Marches Financiers (AMF) especifica que o número de pedidos associados a fraudes online associadas a criptos subiu para mais de 2.600 em 2018 contra apenas 18 inquéritos similares em 2016.

Com isso, a quantia de ofertas fraudulentas online em outras indústrias como divisas estrangeiras (Forex) e opções binárias caíram significativamente, como notou a AMF. Assim, ofertas fraudulentas envolvento investimento em forex e opções binárias reuniram um total de 3.768 inquéritos em 2016, caindo para 968 inquéritos em 2018.

Fraudulent offers online in forex, diamonds, and cryptos chart. Source: AMF

Ofertas fraudulentas online em forex, diamantes e cripto. Fonte: AMF

De acordo com o relatório, a AMF havia emitido alertas públicos contra 118 agentes maliciosos relacionados a criptos em março de 2018, enquanto o total de alertas era de 154.

Em abril, a AMF emitiu um alerta público contra a Kuvera France, uma empresa oferecendo cursos de treinamento e softwares para negociação cripto e investimento em mercados forex.

Antes, a Autoridade de Mercados e Serviços Financeiros da Bélgica atualizou uma lista negra de websites relacionados a cripto associados com fraude, com um total de 120 websites.