Fintechs e empresas de Bitcoin e criptomoedas poderão usar caixas da rede Banco24horas no Brasil

A TecBan, que administra a rede de caixas eletrônicos, Banco24Horas, passará a oferecer um novo modelo de ingresso nos ATMs da rede por meio da plataforma Hub Digital, segundo um comunicado de imprensa compartilhado com o Cointelegraph em 17 de setembro.

De acordo com o comunicado, a solução vai acelerar a entrada de fintechs, bancos sociais e instituições de pagamento, tornando ágil e digital todos os processos de ingresso, incluindo a conexão por meio de novas tecnologias como APIs e o envio de numerário (dinheiro físico) eletronicamente.

A nova solução pode beneficiar fintechs e startups que fazem cashout de Bitcoin e criptomoedas, como a Uzzo, que já tem uma parceria com a Cielo para aceitação de Bitcoin em todas as máquininhas da rede, além da Alterbank que tem parceria com a Visa e Atar que opera junto com a Mastercard.

Segundo a TecBan, o produto foi desenvolvido para atender a maturidade do ecossistema de startups e alta demanda pelos serviços do Banco24Horas por parte dos clientes de contas digitais.

O Hub Digital estará disponível para todo o parque do Banco24Horas, que conta com mais de 23,5 mil caixas eletrônicos distribuídos por todo território nacional. Os novos clientes nesse formato estão previstos para ingressar ainda em 2019.

Outra vantagem é que a solução permitirá que facilitadores e processadoras, que já estão ou estarão conectados a TecBan, atuem como intermediários para as fintechs se conectarem com o Banco24Horas, o que reduzirá sensivelmente a necessidade de investimentos por parte das fintechs em desenvolvimento, infraestrutura de tecnologia e conexão.

“Com investimentos de mais de R$ 350 milhões para este ano, a TecBan reafirma com essa plataforma o seu posicionamento no mercado como facilitadora e referência na integração entre o mundo físico e digital. Acreditamos que o Hub Digital trará grandes benefícios, tanto para as fintechs, que poderão expandir ainda mais os seus negócios, quanto para os consumidores, com o acesso ao dinheiro ainda mais democrático. O futuro está na transformação digital e somos parte disso“, afirma Tiago Aguiar, Head de Novas Plataformas da TecBan.

A TecBan também acaba de se tornar mantenedora da Associação Brasileira de Startups (ABstartups), instituição sem fins lucrativos cujo objetivo é fomentar o crescente ecossistema de startups no Brasil.

“A TecBan pretende, ao se tornar mantenedora da ABstartups, trabalhar em conjunto com as startups para promover inovação tecnológica e contribuir para a criação de soluções transformadoras. A empresa está no mercado há 37 anos trazendo inovação tecnológica para o setor financeiro e trabalhar com startups e fintechs deve acelerar a transformação digital deste setor”, acrescenta Tiago.

O ingresso de novas fintechs, instituições financeiras ou de pagamento no Banco24Horas é constante. Além dos mais de 40 parceiros, no primeiro semestre de 2019 foi registrada a chegada dos digitais como C6 Bank, Nubank, Banco Inter e o Agibank. Em anos anteriores, Banco Original, PAG e outras instituições também se associaram.

“O Banco24Horas, da TecBan, está disponível a todo sistema financeiro, incluindo fintechs e instituições de pagamento, para oferecer ao usuário a opção de usar meios de pagamento físicos e/ou digitais no seu dia-a-dia, promovendo assim liberdade de escolha”, completa Tiago.

Como noticiou o Cointelegraph, antecipando a transformação pela qual passa o sistema financeiro com a digitalização da economia, o Banco Santander, lançou este mês novos recursos para seu aplicativo, o Way, entre as novas funcionalidades o app agora pode fazer pagamentos instantâneos diretamente pela lista de contatos do celular, antencipando medida a ser adotada pelo Banco Central do Brasil.

O aplicativo também vai permitir split de contas, pagamento e transferência via QR Code e já tem 7,5 milhões de usuários ativos e pretende chegar a 20 milhões de clientes em breve. O planejamento do banco é que o app atenda a pessoas que não são clientes da instituição até dezembro,  e pode agregar a Ben, emissora de benefícios, e o marketplace do Esfera, programa de fidelidade.