Exclusivo: 'O Brasil é o lugar perfeito para a adoção do Bitcoin', diz Jimmy Song

Em uma entrevista exclusiva concedida ao Cointelegraph o desenvolvedor do Bitcoin Core, Jimmy Song, destacou que o Brasil é o lugar perfeito para a adoção do Bitcoin. Segundo ele, os brasileiros têm uma ampla experiência sobre os problemas que uma inflação descontrolada pode causar e os desmandos de uma política monetária fraca.

"O Brasil é o lugar perfeito para a adoção do Bitcoin porque, você sabe, os brasileiros têm ampla experiência com inflação alta e sabem como políticas mal formuladas pelo Banco Central e por outros atores que determinam as regras do sistema financeiro, impactam a vida do cidadão e os 'filtram' completamente", declarou.

Ainda segundo Song, os brasileiro entendem que o "padrão dólar", beneficia principalmente os EUA e que isso não traz nenhum desenvolvimento para o país. O desenvolvedor também declarou que vê muitas empresas com potencial no país 

"O Brasil é 'o lugar' para a revolução do Bitcoin. Eu vejo grandes empresas lá. No ano passado eu dei uma aula na Blockchain Academy e foi ótimo. Vi que muitas pessoas parecem estar fazendo um bom trabalho. Vi que o ecossistema está acontecendo e isso é uma coisa muito boa", disse.

No entanto, Song não mantém o mesmo entusiasmo quando questionado sobre a adoção de blockchain pelo sistema financeiro nacional e pontuou que iniciativas do uso da tecnologia do Bitcoin pelo Banco Central do Brasil, Receita Federal e demais instituições são apenas "burocratas falando sobre algo que não conhecem".

"São apenas burocratas do governo falando sobre uma 'revolução' que eles não conhecem, certo? Grande surpresa. Isso está acontecendo em todo lugar, como na China. O problema dos burocratas do governo é que eles sempre ficam com 5 a 10 anos de atraso. O Bitcoin já era popular ha 5 anos atrás e agora todas essas empresas dizendo que estão fazendo isso e aquilo, mas na verdade não estão fazendo nada. R3 e até o Hyperledger, até certo ponto, não fizeram nada. Tudo isso é um grande nada fazendo coisa alguma", apontou.

Song também criticou a proposta da China e de outros governos em lançar uma Moeda Digital de Banco Central, segundo ele, isso não tem nenhuma relação com os propósitos do Bitcoin e são apenas nações brigando por questões políticas e guerras cambiais.

"A China investiu muito na África e em vários outros países. Eles querem que todos eles sigam o padrão Yuan e isso nada mais é que uma competição com os EUA. Isso é o que eles estão realmente fazendo. Então isso tudo é mais do mesmo não há nada para observar aqui. Nada disso importa. O que eles querem é que seu comércio seja estabelecido no Yuan. Esse é o plano deles", disse.

O desenvolvedor que, raramente fala sobre como espera que o preço do Bitcoin se comporte destacou ao Cointelegraph que acredita que o halving deve impulsionar o valor do BTC nos próximos 2 anos.

"O halving certamente deve impactar o preço do Bitcoin, acho que isso pode levar até um ano, mas certamente o choque da oferta causará o aumento de preço. Eu acho que é isso que vai acontecer", finalizou.

Como noticiou o Cointelegraph, recentemente Jimmy Song também declarou que as pessoas que dizem que a computação quântica pode destruir o Bitcoin não sabem o que estão falando e precisam "estudar mais" antes de dizer o que não sabem.

"Isso é tudo uma besteira (risos). O problema é que a maioria das pessoas não entende a computação quântica, e a concepção popular é a de que 'se conseguirmos mais poder de processamento podemos calcular coisas em 5 segundos'. mas não é assim que funciona. Com a computação quântica você obtém melhores raízes quadradas mas isso não garante que elas serão suficientes para decifrar uma chave privada", disse.

Confira mais notícias