Para a eToro, Facebook deveria se livrar do Libra e apoiar stablecoins de terceiros

Pesquisadores de blockchain da corretora on-line eToro argumentaram que o Facebook deveria procurar apoiar stablecoins de terceiros, não criar o Libra.

De acordo com uma reportagem da Finextra de 28 de novembro, a eToroX Labs, unidade de pesquisa de blockchain da eToro, acredita que, embora o projeto de criptomoeda do Facebook ofereça uma "oportunidade pioneira" para a disrupção dos serviços financeiros em todo o mundo, o gigante da mídia social precisa mudar sua estratégia para ter sucesso.

Facebook deve se concentrar na infraestrutura da carteira

Desconfiança e oposição contundente têm atormentado o projeto do Facebook desde sua criação - levando os políticos americanos a apelidar o Libra derogatoriamente de "ZuckBucks".

No entanto, os pesquisadores da eToroX Labs argumentam que ainda há algo pelo que lutar para alcançar o objetivo ambicioso da empresa de incorporar uma rede de pagamento peer-to-peer que poderia melhorar a inclusão financeira globalmente.

O Facebook pode resolver seus problemas delegando a emissão de ativos a parceiros regulados de terceiros, dizem eles.

De acordo com a eToro, várias stablecoins independentes, apoiadas em fiduciário, tirariam a tarefa de controle da moeda do Facebook, que poderia se concentrar na construção de sua infraestrutura de carteira Calibra e na distribuição para os 2,7 bilhões de usuários em todo o mundo por meio de suas plataformas.

A própria eToro é notavelmente uma emissora de uma variedade de stablecoins, indexadas ao dólar americano, libra esterlina e euro.

O CEO e fundador da empresa, Yoni Assia, disse que a Libra Association deve pressionar os legisladores a fornecer estruturas regulatórias harmonizadas e simplificadas que abranjam "a governança de terceiros que usem a cadeia Libra para executar pagamentos", argumentando que:

"O ônus regulatório e os custos de conformidade associados cairiam sobre os ombros daqueles que usam o ledger para auferir seus próprios ganhos, seja na emissão de stablecoins, commodities ou outros instrumentos financeiros com garantia, retirando na prática o Libra da jogada".

Opções de proliferação

No início desta semana, David Rutter, CEO da empresa de software empresarial R3, ridicularizou o anúncio do Libra do Facebook neste verão como ingênuo e "ridiculamente estúpido".

Como o Libra continua dividindo opinões mundo afora, a Libra Association está prosseguindo com o desenvolvimento, registrando mais de 30 projetos e 51.000 transações na rede Libra durante os últimos dois meses de testes.

Enquanto isso, o Facebook acaba de anunciar o lançamento de um novo sistema de pagamento fiduciário, o Facebook Pay, projetado para facilitar pagamentos no Facebook, Messenger, Instagram e WhatsApp.

Em outubro, o deputado norte-americano Warren Davidson argumentou que o Facebook adicionar o Bitcoin (BTC) à sua carteira Calibra seria uma "ideia muito melhor" do que criar uma nova moeda.